Mamã

Mamã

Mamã

Andrés Muschietti realizou e escreveu com a sua irmã Barbara o argumento da enigmática curta-metragem «Mamã» de 2008. A eficácia da mesma impressionou os investidores e o produtor executivo Guillermo del Toro dando origem a «Mamã» numa versão longa e absolutamente arrepiante. Um casting em cheio com Jessica Chastain, Nikolaj Coster-Waldau e duas crianças muito talentosas, Megan Charpentier e Isabelle Nélisse, proporcionam uma melindrosa e dramática viagem ao terror sobrenatural.

A premissa relata a história de duas meninas (Megan Charpentier e Isabelle Nélisse) que são resgatadas do meio da floresta onde viveram supostamente a sós durante anos após a morte dos pais. As mesmas são adoptadas pelo tio (Nikolaj Coster-Waldau) e pela sua namorada (Jessica Chastain) mas estranhos acidentes começam a suceder em torno desta nova família e apercebemos que as crianças não vieram sozinhas da floresta…

O aspecto que diferencia esta obra de tantas outras reside no investimento dramático da luta entre as duas mães: a sobrenatural representada pela entidade da floresta que tem um passado sombrio (revelado ao longo do filme) e a mãe “adoptiva” que inicialmente não tem interesse nas crianças mas cria naturalmente um instinto protector em relação a elas. É uma competição entre dois instintos maternais, um possessivo e asfixiante e outro que conquista as miúdas pelo afecto e o amor. As sequências de terror não fogem aos registos realizados e produzidos por del Toro com um oculto perturbador com rasgos de loucura e uma natureza selvagem.

«Mamã» é um filme terror que foge à norma pelas performances e contornos dramáticos. Jessica Chastain está novamente fantástica no papel de uma mãe («A Árvore da Vida», «Procurem Abrigo»). Os efeitos especiais são de topo e a realização apresenta uma jovem esperança atrás da câmara.

Título original: Mama Realização: Andy Muschietti Elenco: Jessica Chastain, Nikolaj Coster-Waldau, Megan Charpentier Duração: 100 min Canadá/Espanha, 2013

[Texto originalmente publicado na revista Metropolis nº13, Outubro 2013]

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Artigos