A quinta longa-metragem da saga Mad Max, de George Miller, chegou aos cinemas para contar a história de origem de Furiosa (Anya Taylor-Joy). A personagem foi uma das surpresas mais agradáveis de «Mad Max: Estrada da Fúria» (2015), então interpretada por Charlize Theron; tendo ofuscado parcialmente a estreia de Tom Hardy como Max, depois da trilogia de Mel Gibson iniciada em 1979. A prequela foi recebida com naturalidade e entusiasmo.

Em «Furiosa: Uma Saga Mad Max», Furiosa é raptada da sua família por um gangue de motoqueiros e passa as duas décadas seguintes a tentar voltar a casa. Num mundo pós-apocalíptico, violento e parco em recursos, a jovem tenta sobreviver numa realidade comandada, genericamente, pelos homens, figuras mais fortes do que ela. Mas a sua figura esguia engana, já que Furiosa volta a oferecer muitas cenas de ação, que contrastam com poucas palavras.

Uma ponte depois da “Estrada da Fúria”, «Furiosa: Uma Saga Mad Max» apresenta-se como um filme menos ousado, mas consistente, respeitando a história da personagem que quer dar a conhecer mais aprofundadamente. As cenas de ação impressionam, à boleia de uma realização competente de George Miller e de uma excelente qualidade de imagem (em termos de edição e construção das personagens), que valeu há quase uma década seis Óscares: Direção Artística, Edição de Som, Mistura de Som, Maquilhagem e Cabelos, Guarda-Roupa e Edição.

Uma das sagas de ação mais bem conseguidas de sempre, Mad Max faz mais uma viagem num mundo preenchido pelo caos, pelo abuso de poder e pelas lutas constantes. É tudo um jogo de posse, de pessoas, espaços e recursos, onde não é possível identificar vencedores claros. Ao longo da viagem proporcionada por Furiosa, algo se perde, e muitas vezes é inclusivamente visível nas personagens, seja na sua pele ou na forma como mudam o seu estilo. Trata-se, portanto, de uma obra de ação que vai além do imediatismo e constrói uma crítica didática e social.

O elenco conta com nomes como Chris Hemsworth, Lachy Hulme, Tom Burke, Elsa Pataky, Nathan Jones, Josh Helman e Rahel Romahn, entre outros.

Título original: Furiosa: A Mad Max Saga Realização: George Miller Elenco: Anya Taylor-Joy, Chris Hemsworth, Tom Burke Duração: 148 min. Austrália, 2024

[Texto publicado originalmente na Revista Metropolis nº107, Junho 2024]

https://www.youtube.com/watch?v=pecDP3jG59I&t=3s

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.

Vais receber informação sobre
futuros passatempos.