A TOUPEIRA

A TOUPEIRA

«A Toupeira» é baseado no primeiro tomo da célebre trilogia literária de espionagem de John le Carré. O realizador Tomas Alfredson («Deixa-me Entrar») criou com o seu filme, e com a bênção do autor, um objecto distinto do livro e da marcante série da BBC do final dos anos 70 com Sir Alec Guinness no principal papel.

A acção desenrola-se no início dos anos 70, George Smiley (Gary Oldman) é afastado dos serviços secretos britânicos por suspeitas de fugas de informação mas é encarregado de trabalhar nas sombras para descobrir (“a toupeira”), o agente infiltrado pelos russos na cúpula do MI6. O caso é baseado em factos verídicos, e recordamos que David Cornwell (John le Carré é o seu pseudónimo) foi durante anos operativo dos serviços secretos Sua Majestade. Os assuntos que escreve, e que inspiraram esta trilogia, possuem profundo conhecimento na contextualização geopolítica e na relevância das rotinas operacionais dos agentes.

Os acontecimentos desenvolvem-se em lume brando criando personagens com diferentes camadas e sequências ricas em detalhes físicos, materiais e psicológicos. O casting juntou nesta obra actores de diferentes épocas, tal como o filme que joga com gerações, legados, o passado e o futuro. Um elenco de luxo com a nata da representação britânica dá forma a um estudo no carácter de personagens, que são uma espécie de matrioskas, envolvidas num perigoso jogo de xadrez internacional em plena Guerra Fria. Destaques para Mark Strong, John Hurt, Benedict Cumberbatch, Colin Firth e Kathy Burke.

A realização atmosférica com o cinzento, a chuva, a noite e o nevoeiro a serem predominantes, talvez a única luz na obra surge na sequência do affair desenrolado em Istambul, a carga visual reflecte a conspiração da trama. O silêncio torna-se uma arma poderosa especialmente no desempenho principal de Gary Oldman que interpreta um personagem que arde por dentro face à dupla traição, passional e profissional, que o consome perante o clima de paranoia instalado. O actor surge num papel pouco habitual, é um desempenho menos físico (o personagem é manipulativo, calmo e contido), e demonstra o porquê de ser uma referência entre os seus pares.

«A Toupeira» é uma obra tão meticulosa na execução como na trama, na estética e na sua moralidade. A premissa possui as características de thriller de espionagem mas apresenta-se igualmente como um drama pessoal e adquire uma dimensão romântica.

Título Original: Tinker Tailor Soldier Spy Realização: Tomas Alfredson Elenco: Gary Oldman, Colin Firth, Tom Hardy; 122 minutos; Reino Unido/Alemanha/França, 2011

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *