WONDER – ENCANTADOR

WONDER – ENCANTADOR

[crítica publicada na revista Metropolis nº55, Janeiro 2018]

Quem viu o pequeno Jacob Tremblay a contracenar com Brie Larson nesse filme extraordinário que é «Quarto» (2015), de Lenny Abrahamson, poderá ter pensado que se tratava de um fenómeno pontual, como se diz na música um «one hit wonder». Ironicamente, este filme que dá pelo título de «Wonder» vem desmentir tal hipótese: Tremblay, atualmente com 11 anos (nasceu a 5 de Outubro de 2006, em Vancouver, Canadá), volta a ser brilhante, agora interpretando uma criança marcada por uma dramática deformação do rosto.

Trata-se de um exemplo de uma rara doença congénita (síndrome de Treacher Collins ou disostose mandibulofacial) que, na maior parte dos casos, obriga a uma série mais ou menos complexa de operações, de modo a reconstituir o rosto e, mais do que isso, criando condições para que a criança possa ver, ouvir e mastigar em condições tão próximas da normalidade quanto possível. Auggie Pullman, precisamente a personagem interpretada por Tremblay, sofre dessa doença, tendo crescido até cerca dos 10 anos num regime de hiper-protecção, sem frequentar a escola, sendo educado em casa pela mãe.

Em termos simples, digamos que a pulsão dramática do filme realizado por Stephen Chbosky («As Vantagens de Ser Invisível», 2012) nasce da súbita clivagem que vai acontecer na vida do protagonista: terminado o seu período de aprendizagem caseira, Auggie vai entrar na escola oficial, de alguma maneira pressentindo que a diferença do seu rosto, por alguns encarada como «monstruosa», vai condicionar de forma mais ou menos cruel o seu desejo de integração.

Sustentado por um magnífico elenco, com inevitável destaque, no papel da mãe, para Julia Roberts , «Wonder» é, afinal, um exemplo modelar de um cinema que não cedeu às facilidades digitais, mantendo-se fiel à vibração dos seus actores, quer dizer, à intensidade humana das suas histórias. Sendo uma das surpresas do mercado americano — custou apenas 20 milhões de dólares (valor mediano para a indústria de Hollywood) e rendeu mais de 75 milhões.

João Lopes

Título original : Wonder Realização: Stephen Chbosky Elenco: Julia Roberts, Jacob Tremblay, Owen Wilson, Izabela Vidovic, Mandy Patinkin. Duração: 113 min. EUA, 2017



Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Artigos