The Mandalorian Disney

The Mandalorian | Especial Disney+

The Mandalorian | Especial Disney+

Há um original que se destaca no catálogo da Disney+, que a partir de terça-feira fica disponível em Portugal. «The Mandalorian» é a primeira série original do universo Star Wars e os fãs podem respirar de alívio: não desilude e ainda traz um baby Yoda de presente.

Numa realidade seriólica cada vez mais apetrechada de serviços de streaming, a Disney entra em jogo com vários “ases”. A Disney+ tem trunfos que não são equiparáveis com qualquer outro concorrente. Isto porque abre portas à criação de todo o tipo de spin-offs ligados a sagas bem cimentadas, como Star Wars e Marvel Cinematic Universe (MCU), além de uma lista infindável de clássicos desde os anos 30.

Depois de Jango e Boba Fett, há um novo Mandalorian a fazer furor numa galáxia muito, muito distante. Com a ação situada cinco anos depois de «Star Wars: Episódio VI – O Regresso de Jedi» (1983) e 25 anos antes da Primeira Ordem, «The Mandalorian» tem espaço para explorar a terra de ninguém. Entre uma vibe western e a identidade imbatível de Star Wars, desde a imagética à banda sonora, a trama protagonizada por Pedro Pascal corresponde ao que lhe era exigido.

The Mandalorian Disney

O Mandalorian é um caçador de recompensas, de poucas palavras, e cujas motivações parecem práticas. A personagem de Pascal vive focado no próximo cliente, viajando solitário pela galáxia em busca de criminosos e foragidos. Nada investido nas suas histórias pessoais, vê a sua rotina ainda mais abalada do que seria expectável logo no episódio piloto, quando segue no encalço de um objetivo desconhecido. Já cliente mistério é interpretado por Werner Herzog.

Destaque ainda para a participação de Carl Weathers, o eterno Apollo Creed de Rocky.

The Mandalorian: light mas consistente

Talvez o que cause maior confusão aos fãs seja os episódios curtos (cerca de 30 minutos) e a temporada de apenas oito episódios. Contudo, é caso para dizer “primeiro estranha-se e depois entranha-se”. A duração leva a que o ritmo seja mais acelerado, a narrativa se desenvolva mais depressa do que o habitual; mas, apesar disso, a natureza de Star Wars está lá e é inconfundível.

The Mandalorian Disney

A parte de ação é bem executada e flui de forma natural perante o desenvolvimento do argumento, um equilíbrio nem sempre conseguido — o que reforça a popularidade de Jon Favreau atrás das câmaras. O versátil ator/realizador não desilude como criador e tem a capacidade de respeitar o legado de Star Wars sem, apesar disso, ter receio de deixar uma assinatura pessoal. E há uma grande ajuda para a popularidade desta série: um Yoda bebé que tem feito as delícias dos internautas… O que estará ele a fazer ali no meio?

Resta agora perceber se a Disney+ terá a capacidade de replicar o sucesso desta fórmula nos originais Marvel. Tendo em conta que muitas séries trazem os atores dos filmes, nomeadamente «The Falcon and the Winter Soldier» e «WandaVision», as expetativas são positivas.

A segunda temporada de «The Mandalorian» chega no final de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Arigos recentes