Servant

Servant T3: A Calma Antes da Tempestade

Servant T3: A Calma Antes da Tempestade

O Apple TV+ disponibiliza amanhã, sexta-feira, o primeiro episódio da terceira temporada de «Servant». A série produzida por M. Night Shyamalan já foi renovada para uma quarta season.

Depois de uma segunda temporada mais introspetiva, em que «Servant» teve de redefinir a sua identidade para tornar a narrativa mais clara para o espectador, a terceira temporada volta a centrar-se maioritariamente na dinâmica da casa Turner. Já se sabe que Leanne (Nell Tiger Free) faz parte de um culto misterioso e, de alguma forma, ligado ao sobrenatural; e, na sequência de um afastamento forçado, a jovem posiciona-se novamente como ama de Jericho, ainda que receando o regresso de elementos do culto.

A abrir a nova temporada, encontramos as personagens com predisposições diferentes. Enquanto Leanne se mostra um pouco à margem, receosa, com alucinações pontuais e paranoia; Dorothy (Lauren Ambrose) e Sean (Toby Kebbell) mostram-se mais felizes do que nunca com o filho. A viagem até à costa, logo no primeiro episódio, revela também à audiência a nova namorada de Julian (Rupert Grint), Vera (Sunita Mani, GLOW), que mantém em segredo uma relação com Leanne. Um evento social no segundo episódio reforça que os moods das personagens são distintos.

Quando os maiores receios de Leanne se confirmam, ainda que parcialmente, a quebra de humores na casa Turner torna-se ainda mais evidente. Aos poucos vão-se criando duas forças opositoras, embora à partida tudo levasse a crer que fossem trabalhar em conjunto: Dorothy e Leanne. No meio do conflito, a noção que cada uma tem de família, da proteção ou exposição de Jericho, e da iminência da chegada do culto, que tem na violência uma das principais imagens de marca. Também o regresso de Leanne às pragas e castigos, em força, faz antever uma nova maldição sobre quem a rodeia.

«Servant» tem uma identidade muito própria, ainda que moldável às exigências de um mistério que se tem de ir revelando, e entrega mais uma temporada coerente e entusiasmante. A procura de respostas mantém o interesse na trama, que se vai desmontando para que não a série do Apple TV+ não se perca em loops de dilemas indecifráveis.