Reservation Road

RESERVATION ROAD

RESERVATION ROAD

«Reservation Road» é um poderoso drama que reúne um elenco fortíssimo que encena uma tragédia que fragmenta uma família: a morte de um filho, vitima de um atropelamento e a consequente fuga do local do acidente por por parte do condutor. A diferença deste registo para outros que exploram apenas a sede de vingança perante o sucedido encontra-se no eficaz exercício expiatório da dor, do inconformismo e da culpa perante a tragédia. E que são tentativas, na maioria das vezes frustradas, para fazer face a uma perda insubstituível. Um processo efectuado de modo imparcial quer das da família da vítima (os pais e a irmã) quer do condutor que provocou a morte do miúdo. Este é igualmente um pai que tenta encontrar coragem para assumir o erro. A narrativa não se fica apenas pelo face a face com o sucedido. O filme explora intensamente as diferentes ramificações das vidas destroçadas destas famílias na tentativa de um quase impossível reajuste sentimental. Uma obra honesta com bastante pesquisa que não toma partido das partes envolvidas mantendo-se fiel até ao último minuto no seu juízo. É um olhar também dos processos de auto-ajuda na Internet, um ombro virtual que traz a esperança de encontrar o assassino mas também uma fonte de recalcamento perante o inaceitável, noutra perspectiva, o vazio institucional e da justiça perante um típico caso de hit and run.

As interpretações espelham a mágoa no enredo, os actores estão de corpo e alma no filme, cinco talentos que representam o mesmo número de graus de sofrimento. A realização para além de trabalhar excepcionalmente bem os interpretes quase que não se faz notar, deixando o dramatismo das expressões e das palavras tomar o seu caminho para um percurso sem fim.

Título Original: Reservation Road Realização: Terry George Elenco: Joaquin Phoenix, Mark Ruffalo, Jennifer Connelly, Elle Fanning, John Slattery, Mira Sorvino Duração: 102 min. EUA, 2007

[Texto publicado originalmente no site Cinema 2000, 15 de Maio 2008]