O Culpado

O CULPADO

O CULPADO

Jake Gyllenhaal tem um papel espantoso num dos thrillers mais interessantes de 2021. O actor está sempre em cena durante 90 minutos non-stop onde magnetiza os espectadores deixando-os completamente vidrados no ecrã. É uma história muito bem narrada e pautada pela precisão da edição e realização. A história tem como protagonista Joe (Jake Gyllenhaal), desde cedo percebemos que ele é uma bomba relógio prestes a explodir, está sobre alta-tensão, é um polícia que, impedido de estar nas ruas, está de serviço no atendimento de chamadas de emergência em Los Angeles num período onde os fogos ameaçam a área metropolitana. Uma chamada prende a sua atenção quando uma mulher liga e afirma ter sido vítima de um rapto tendo deixado os filhos menores sozinhos em casa e não contamos mais nada… O filme tem um elenco de vozes impressionante como Riley Keough (Emily), Peter Sarsgaard (Henry), Ethan Hawke (Sargento Bill Miller) e Paul Dano (Matthew Fontenot). O argumentista do filme é o Ás Nic Pizzolatto que ficou celebrizado pelo seu magnífico american gothic «True Detective». A par de Jake Gyllenhaal na criação do ambiente de alta-tensão, Pizzolatto foi o responsável da adaptação do argumento e filme original «Den Skyldige» que está na base de «O Culpado». Há muito tempo que não víamos um filme com esta capacidade de fixar o espectador e deixar-nos tão ansiosos quanto o protagonista face à resolução de um crime em tempo real.

Título original: The Guilty Realização: Antoine Fuqua Elenco: Jake Gyllenhaal, Riley Keough (voz), Peter Sarsgaard (voz), Ethan Hawke (voz) Duração: 90 min EUA, 2021