O Conselheiro/The Counselor

O CONSELHEIRO

O CONSELHEIRO

Tanto prometia, mas tão pouco cumpriu… «O Conselheiro» é um verdadeiro exemplo de desperdício hollywoodiano: um leque de actores fabuloso (quase impensável de reunir), um realizador renomado (Ridley Scott) e muitos milhões de dólares investidos. Mas nestes ingredientes todos, falta uma condição sine qua non: o argumento, que se revela confuso e com pouca força cinematográfica.

O Conselheiro (Michael Fassbender) tenta subir na vida por caminhos travessos, vendo-se envolvido numa espiral devoradora de tráfico de drogas, da qual a saída não é uma opção… Pelo meio, coloca em causa a vida do seu grande amor, Laura (Penélope Cruz), uma personagem-acessório, sem alma e personalidade. Mas não é a única, não havendo uma construção complexa das personagens, que são, na sua grande maioria, superficiais, desinspiradas e demasiado estereotipadas, numa história bem menos intrigante e inteligente do que aquilo que se pretende fazer parecer. Excepção apenas para a exótica Malkina, numa interpretação surpreendente de Cameron Diaz.

Os diálogos são demasiado profundos e pouco críveis, recheados com prolíferas frases de efeito. Há também excessivas alusões sexuais, que pouco ou nada servem para o entendimento da obra, bem como o recurso à violência extrema e muito visual, mas, na verdade, pouco pertinente. Numa obra ilógica e pouco coerente, o elenco é, sem dúvida, o que se eleva neste marasmo. Michael Fassbender não desilude, apesar da sua personagem insípida e desaproveitada; Javier Bardem deslumbra em mais um papel excêntrico, perfeito para o seu virtuosismo; Brad Pitt é meramente um charme narrativo, numa personagem pouco relevante, mas à qual o actor atribui um brilho especial.
Esta primeira experiência de Corman McCarthy («Este País Não É Para Velhos», 2007) a escrever directamente para o grande ecrã não é, de todo, a mais bem-sucedida, apesar da boa fotografia e do ritmo enérgico e esmerado atribuído pela realização de Ridley Scott. «O Conselheiro» podia ter sido muito, mas resulta num thriller tímido e que não fica para a História.

Título original: The Counselor Realização: Ridley Scott Elenco: Michael Fassbender, Penélope Cruz, Cameron Diaz, Javier Bardem, Brad Pitt. Duração: 117 min. Reino Unido/Estados Unidos da América, 2013

[Crítica originalmente publicada na revista Metropolis nº15, Dezembro 2013]