Mission: Impossible - Dead Reckoning Part One

MISSÃO: IMPOSSÍVEL – AJUSTE DE CONTAS – PARTE UM

MISSÃO: IMPOSSÍVEL – AJUSTE DE CONTAS – PARTE UM

«Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um» excede todas as expectativas. Melhor era impossível.

Ethan Hunt (Tom Cruise) e a sua equipa continuam a viver e a morrer nas sombras por aqueles que não conhecem. O enredo de “Ajuste de Contas” está ligado a uma ameaça invisível que deseja dominar e envolver o mundo num caos. O servo dessa Entidade digital (a inteligência artificial como uma figura senciente) e a personificação desse mal é Gabriel (Esai Morales num sólido desempenho), um “messias das trevas” que vê a morte como uma dádiva para o mundo. A equipa debate-se com o inimigo mais poderoso que já enfrentou, uma Entidade omnipresente, poderosa e imprevisível, mas que tem um único receio: Ethan, o agente rebelde e dado ao improviso que luta por um bem maior.

«Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um» está constantemente a suplantar-se a cada momento e são de facto os actores que conduzem a narrativa com as grandes sequências de acção como um magnífico complemento ao enredo de espionagem. Os personagens têm muito mais carisma neste filme do que nos anteriores. Tom Cruise contagiou o restante elenco com a sua energia e o argumento de Erik Jendresen e Christopher McQuarrie deram espaço de criação e interpretação a essas figuras. Essa abordagem permitiu que Hayley Atwell esteja resplandecente, brilha como uma grande estrela, consegue ser versátil do ponto vista físico e psicológico, a actriz dá um verdadeiro show neste filme no papel da inteligente e engenhosa Grace. Rebecca Ferguson está no pináculo das actrizes da saga, mas Hayley Atwell luta por esse mesmo estatuto. O filme é banhado de beleza e talento, outro sublime apontamento pertence a Pom Klementieff, no papel de Paris, é a definição de uma antagonista que trabalha lindamente e essencialmente com o rosto para expressar os diferentes estados emocionais da sua personagem. A fechar os destaques, Vanessa Kirby – uma das melhores actrizes da actualidade – personifica uma personagem calculista, com gelo nas suas veias, que dá um toque de puro primor a esta obra. Os veteranos Ving Rhames e Simon Pegg incutem o habitual humor na génese dos seus personagens, mas também expressam um sentimento de perigo, angústia e impotência numa narrativa sobre a sombra do desconhecido e o carácter efémero da vida.

«Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um», de Christopher McQuarrie (que pegou de estaca com Tom Cruise a partir de «Jack Reacher»), proporciona uma experiência que permite sentir uma soma de emoções que nos enredam numa história de espionagem internacional. A sua execução sobe o grau de dificuldade para quem vem a seguir. O filme é uma viagem global, que tira máximo partido dos cenários reais onde se desenrola a acção. Os stunts foram minuciosamente executados e repetidos consecutivamente na preparação do filme por Tom Cruise com o apoio de uma vasta e experiente equipa, isto traduziu-se em sequências espantosas. Por exemplo, é incomparável o tratado visual e emocional das sequências de perseguição deste filme em Roma face a «Velocidade Furiosa X», estreado em Maio. É uma sequência onde todo o mundo parece perseguir Ethan (Tom Cruise) e Grace (Hayley Atwell), um estrondo de entretenimento com riso, acção e cambalhotas pelo meio. A realização de Christopher McQuarrie e a montagem de Eddie Hamilton permitem perceber tudo o que se desenrola no ecrã com a face dos personagens a serem um espelho da perseguição mirabolante.

O trabalho de Tom Cruise na indústria não tem paralelo. Como actor não tem rival, pela sua dedicação à arte do puro entretenimento. A sua maior motivação ultrapassa as próprias fronteiras de «Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um» – quando está em cena sentimos que está muita coisa em jogo, dentro e fora do ecrã. Na cumplicidade com Christopher McQuarrie e o restante elenco houve, claramente, um desejo de dar o melhor e o maior espectáculo do mundo aos espectadores. Em termos de cinema de acção, em 2023 será muito difícil encontrar outro filme assim. «Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um» é um objecto raro.

Tom Cruise, Christopher McQuarrie, o elenco, os técnicos e as centenas de pessoas envolvidas neste projecto merecem os parabéns e a comparência dos espectadores nas salas de cinema. É um bilhete dourado para 163 minutos de cinema de alto calibre.

Título original: Mission: Impossible – Dead Reckoning Part One Realização: Christopher McQuarrie Elenco: Tom Cruise, Hayley Atwell, Ving Rhames, Simon Pegg, Rebecca Ferguson, Vanessa Kirby, Esai Morales, Pom Klementieff Duração: 163 min. EUA, 2023

Imagem: @2023 Paramount Pictures.