Metropolis 84

NOVOS HORIZONTES

Despertar às 7h30 de um domingo para um compromisso de imprensa não era algo que estava nos meus planos, mas o único visionamento de «Top Gun – Maverick» em Portugal e a possibilidade única de assistir à conversa em directo com o realizador Joseph Kosinski em holograma seria um bónus.

 «Top Gun – Maverick» superou as expectativas, confirmando a nossa aposta de capa desta edição da revista METROPOLIS. «Top Gun – Maverick» tem sabor a summer movie, um tradicional blockbuster de Verão mas pelas melhores razões. Nas próximas páginas podem encontram todos os detalhes por detrás do pensamento deste remake que quis ser muito mais do que uma banda de tributo. E se o filme elevou a fasquia então o que dizer da apresentação do realizador em directo de Londres com os vários críticos e jornalistas de cinema portugueses presentes na sala em Lisboa.

A NOS, parceira de distribuição da Paramount Pictures em Portugal, demonstrou as capacidades futurísticas do seu 5G com a presença de Joseph Kosinski em holograma. Uma apresentação das ideias por detrás da sequela e de uma forma que muitos nunca mais se vão esquecer. O realizador foi muito objectivo, mas também partilhou do entusiasmo do momento em que se estava a fazer a diferença. Abordou na conversa com a imprensa a energia inesgotável de Tom Cruise, a premissa narrativa, a tecnologia do filme e a importância de apostar no real.

O momento foi admirável e pioneiro pelas condições únicas da apresentação que também fizeram justiça aos incríveis avanços técnicos na concepção de «Top
Gun – Maverick». Foi um caso, numa manhã de domingo, em que o futuro esteve presente dentro e fora do ecrã.

Jorge Pinto

Artigos recentes

Men

MEN

Rodado em plena pandemia, no ano passado, «Men» assinala o regresso de Alex Garland à

Ler artigo »