Metropolis 70

ERA UMA VEZ NO... CINEMA

Um dos momentos mais importantes deste verão acontece durante este mês de agosto com a estreia do novo filme de Quentin Tarantino, ao qual dedicámos a capa deste número, um perfil do realizador e a revisão oportuna da sua obra.

A temporada fica marcada por um desfile de sequelas e franquias como «Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw», «Homem Aranha: Longe de Casa», «O Rei Leão» e «Toy Story 4». Todos estes filmes encontram facilmente o seu público e repetem o sucesso dos anteriores. A Disney consegue mesmo a proeza de obter a melhor receita com um filme de imagem real que é decalcado do seu sósia/clássico em imagem animada.

Não está em causa o valor artístico e o apelo popular dessas obras – e já aqui escrevemos que «Toy Story 4», por exemplo, é um dos filmes mais interessantes do ano e que revela uma criatividade impar na exploração das potencialidades de uma série.

O que interessa ver nos resultados da estreia de «Era Uma Vez em… Hollywood» é se uma obra com narrativa complexa, tema e rasgo autoral, pode funcionar junto do grande público. Este é mesmo o único grande filme para uma audiência adulta, curiosa e interessada que estreia durante este verão.

É um risco para Quentin Taratino porque trata-se de um dos seus filmes mais caros e o primeiro que rodou sem a produção de Harvey Weinstein. Os resultados que fizer também testam a popularidade de Leonardo Di Caprio e Brad Pitt, dois atores globais que cativam o público feminino para uma história mais masculina. Pensando neles, na sua qualidade, no que representam, no facto de contracenarem aqui pela primeira vez, também somos levados a notar que este é o único filme com estrelas maiores que estreia nesta temporada de verão.

Quando a diversidade da oferta baixa, com a exibição de muitas produções que repetem fórmulas e a redução do espaço para cinema independente ou artístico, um filme como «Era Uma Vez em… Hollywood» sobressai. Vai ser interessante ver se o público de cinema ainda se interessa pela originalidade.

TIAGO ALVES

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Arigos recentes