MÁQUINA DE GUERRA

MÁQUINA DE GUERRA

Deambulando entre a realidade e a pura ficção, onde habita com maior veemência, «Máquina de Guerra» vai arriscando, mas nunca chega mesmo “ao osso”. O filme é baseado no livro “The Operators”, escrito por Michael Hastings, uma obra que cresceu a partir de um artigo na revista Rolling Stone, em que era feita uma análise a um general norte-americano que assumiu o rumo da guerra no Afeganistão, em 2009, acabando por destruir a sua carreira. É essa figura que é personificada em General McMahon, um homem ambicioso e prepotente, que só pensa em vencer o conflito bélico.

David Michôd escreve e realiza «Máquina de Guerra», conseguindo criar bons momentos de sátira, apesar de se perder na profundidade do retrato da figura principal, focando-se, apenas, num determinado lado da mesma. Michôd errou o alvo, tentando criar um filme de guerra mais humorístico, enquanto aborda alguns momentos muito dramáticos. O resultado é alguma confusão narrativa e perde-se algum potencial que a história apresentava.

Embora a história não seja apenas sobre o protagonista – não se trata meramente de um retrato biográfico –, o foco está muito virado para o personagem de Brad Pitt, que aparece em quase todas as cenas. Ao contrário do que é habitual, o ator apresenta-nos uma interpretação pouco inspirada, muito robótica e estereotipada, a fazer lembrar, em alguns momentos, Aldo Raine, de «Sacanas Sem Lei» (2009) – esse, sim, um excelente filme que consegue juntar guerra e sátira, sem perder o rumo. Destaque, contudo, para Ben Kinsgley, que rende alguns dos melhores momentos do filme, com uma interpretação excêntrica e pertinente. Tilda Swinton também participa na obra, mas apenas numa fugaz cena, apesar do seu grande simbolismo da mesma.

«Máquina de Guerra» baralha-se um pouco e não cumpre o seu propósito, mas não deixa de ser um retrato interessante sobre a visão norte-americana da guerra, procurando dissecar os motivos para a invasão e o modo como o país tenta salvar a sua reputação perante uma vitória muito difícil de alcançar, tendo em conta as próprias circunstâncias da guerra. O filme é uma boa tentativa, mas o tiro falhou o alvo.

Título original: War Machine Realização: David Michôd Elenco: Brad Pitt, Daniel Betts, John Magaro. Duração: 122 min. EUA, 2017

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Artigos