logo

Entrar
Actualizado às 11:21 PM, Dec 4, 2019

«Babyteeth» - crítica

A realizadora australiana Shannon Murphy estreia-se com um filme sobre o humor que é possível encontrar num momento de sofrimento. «Babyteeth» é uma história emocionante sobre uma adolescente gravemente doente que procura abraçar a vida. A atriz Eliza Scanlen interpreta Milla, esta jovem que efetua tratamentos de quimioterapia e após uma recaída apaixona-se por um pequeno delinquente que conhece, acidentalmente, numa estação de comboios. Os pais desaprovam a relação mas, lentamente, percebem que ele pode ter uma influência positiva nas lutas que a filha trava. Um dos dois filmes realizados por mulheres exibido na competição principal de Veneza, é um retrato íntimo de uma família, mostrando as suas fraquezas, a dependência da automedicação e os mecanismos de fortalecimento. Baseado na peça da dramaturga e atriz australiana Rita Kalnejais, este filme oferece um enredo com momentos radiosos e divertidos, mesmo quando lida com as situações mais sombrias ou difíceis. Milla é a figura mais jovem e mais madura desta história, uma personagem inspiradora num filme que lida com um tema difícil. Foi o momento emocional mais forte da competição.

[texto publicado na revista Metropolis nº71]

Mídia

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.