FRANKENWEENIE

FRANKENWEENIE

Após ter concebido Frankenweenie, uma média metragem em imagem real, para a Disney em 1984, Tim Burton regressa ao estúdio para ressuscitar o seu objecto incompreendido. A animação stop motion foi o método escolhido para dar vida a Frankenweenie de 2012, uma opção maravilhosa que é cada vez mais um contraponto à animação digital e um trabalho de dedicação nos pormenores de um mundo especificamente criado para o filme.

O enredo aborda a amizade entre um rapaz e o seu cão que ultrapassa os contornos da vida e da morte. Tim Burton pisca o olho aos filmes de terror de série B dos anos 50 (monstros e ataques alienígenas) e ao legado dos monstros da Universal (Drácula, Frankenstein, Múmia, Homem Invisível…). Em New Holand circa 1950, quando ocorre um debate pelas mentes das crianças entre o progresso representado pelo professor de ciências, Rzykruski (voz de Martin Landau) e o conservadorismo do mayor Burgemeister (Martin Short), Victor Frankenstien (Charlie Tahan), após a morte prematura do seu cachorro Sparky por atropelamento, utiliza a ciência para o trazer dos mortos. Trata-se de uma ciência que vem da mente, mas também do coração.

Apesar da temática da vida e da morte, o filme não é propriamente assustador, com as sequências a terem sempre um punchline humorístico e gags de comédia visual. A narrativa também aborda a incompreendida solidão dos jovens que nem sempre é bem percepcionada pelos adultos: os jovens solitários têm a cabeça a fervilhar com as possibilidades da ciência e o desejo de utilizarem o imaginário para criar extraordinárias invenções e, neste caso, provocam um freak show no excitante e grandioso final.

A opção de animar a preto-e-branco conferiu um sentido de nostalgia e combinou eficazmente o jogo de luzes e sombras entre os brancos e cinzentos. A música de Danny Elfman é uma parte essencial, destacando-se os sons do órgão de igreja no final da aventura que trazem à memória os clássicos de terror.

Título original: Frankenweenie Realização: Tim Burton Elenco (Vozes): Catherine O’Hara, Martin Short, Martin Landau, Winona Ryder. Duração: 87 min. EUA, 2012