Festival Caminhos do Cinema Português

Festival Caminhos do Cinema Português – 10 de novembro

Festival Caminhos do Cinema Português – 10 de novembro

A antestreia de “O Casarão”, de Filipe Araújo, marca o dia do Festival Caminhos do Cinema Português, a 10 de novembro. O realizador e o protagonista, António Oliveira, estarão presentes na Casa do Cinema de Coimbra, no Centro Comercial Avenida. Num dia em que Marielle Franco, Fernando Pessoa e os direitos LGBT estão também em exibição.

“O Casarão” recorda o Seminário Dominicano da Aldeia Nova, em Ourém, que em tempos foi um pólo cultural e social do concelho e que, atualmente, está em ruínas. ““Não raras vezes, para me adormecer, o meu pai efabulava a partir de histórias reais do seu passado. De todas, a mais enigmática, tinha como cenário um território povoado por miúdos e homens de branco. Uma enorme casa sem eletricidade nem águas correntes, entalada num vale rodeado de florestas. Foi depois da sua morte que uma inexplicável pulsão me conduziu até esse lugar”, conta o realizador.

Durante a tarde, na secção Filmes da Lusofonia, três películas brasileiras. “Elle”, de Liliane Mutti e Daniela Ramalho, mostra a viagem dos pais de Marielle Franco a Paris, para assistir à inauguração do jardim com o nome da filha. “Aconchego da tua Mãe”, de Adam Golub, apresenta a luta de uma ativista trans para conseguir uma casa de acolhimento para a sua comunidade.

Em Filmes do Mundo, “Myth & Music” acompanha o projeto de André Luiz Oliveira, que durante 30 anos gravou 44 canções de cada poema do livro “Mensagem”, de Fernando Pessoa.

Programação de 10 de novembro (quarta-feira)

Caminhos Juniores (10h30)

Filmes da Lusofonia (15:00)
Rasga Mortalha, de Thiago Martins de Melo 13’50”
Elle , de Liliane Mutti, Daniela Ramalho 8′
Aconchego da tua Mãe, de Adam Golub 79′

Filmes do Mundo (17:30)
The Stench., de Won Jang 20′
Myth & Music – Message from Fernando Pessoa, de Rama de Oliveira 94`

Outros Olhares (21:45)
Um Quarto na Cidade, de João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata 5’17”
No, in my Room, de Luís Azevedo 8’54”
We Won’t Forget, de Lucas Elliot Eberl, Edgar Morais 13’45”
Meio Ano-Luz, de Leonardo Mouramateus 18’55”
O Casarão, de Filipe Araújo 72’55”

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Artigos