Collective vence LUX – Prémio do Público

Collective vence LUX – Prémio do Público

O Presidente do Parlamento, David Sassoli, atribuiu o LUX Prémio do Público 2021 ao filme Collective durante uma cerimónia em Estrasburgo no dia 9 de Junho.

“Após o período que acabamos de viver, a necessidade de nos reunirmos, não só nos espaços dedicados à discussão e ao debate, mas também em lugares como as salas de cinema, é crescendo e urgente. A cultura e o cinema são expressões da vitalidade não só criativa e económica, mas sobretudo democrática, das nossas sociedades”, disse David Sassoli, durante a cerimónia de entrega do prémio que decorreu num formato híbrido.

Collective, de Alexander Nanau, é o filme contemplado com o LUX Prémio do Público 2021.

Ao receber a distinção, o realizador e produtor romeno prestou homenagem às vítimas e aos familiares envolvidos na tragédia que inspirou seu filme, bem como à imprensa independente que revelou a situação: “Queremos combater a corrupção na Europa e queremos uma imprensa livre. As sociedades não se desenvolvem se não tivermos cultura, educação e uma imprensa livre. É o vosso dever apoiar os cidadãos, regular as despesas em cultura e educação e proteger o jornalismo”.

Sobre o filme vencedor

O filme Collective – Um Caso de Corrupção (título original: Colectiv) do realizador romeno Alexander Nanau é um documentário que deve o seu título a uma discoteca de Bucareste, onde um trágico incêndio matou 27 jovens em 2015, deixando 180 pessoas feridas.

Este documentário comovente retrata a investigação levada a cabo por um grupo de jornalistas que tentam perceber a razão pela qual 37 das vítimas acabaram por falecer no hospital apesar dos seus ferimentos não terem sido considerados fatais.

Além de revelarem o terrível nepotismo e a corrupção que podem ceifar vidas, também demonstram que as pessoas corajosas e determinadas são capazes de destituir sistemas corruptos.

Collective estava nomeado à edição deste ano dos Óscares nas categorias de Melhor Filme Internacional e de Melhor Documentário.

Os outros dois filmes finalistas em competição eram: Another Round – Mais uma Rodada do realizador dinamarquês Thomas Vinterberg e Corpus Christi – A Redenção do realizador polaco Jan Komasa.

Fonte: Serviço de Imprensa – Parlamento Europeu

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Artigos