Candyman – antevisão

Candyman – antevisão

A sequela do filme clássico de terror «O Assassino em Série» (1992) chega finalmente às salas. Embora tenham existido algumas sequelas, esta nova obra tem ligação direta com o primeiro filme, onde começou a lenda de Candyman. Jordan Peele assina o argumento e sabe bem como abordar histórias de terror, tendo sido o responsável pelo argumento e realização de duas obras do género muito elogiadas recentemente: «Foge» (2017) e «Nós» (2019). Aliás, fez história ao tornar-se no primeiro afro-americano a ganhar o Óscar de Melhor Argumento Original, bem como a receber a tripla nomeação de produção, argumento e realização no mesmo ano.

Desta vez, Peele não assina a realização, ficando a tarefa a cargo de Nia DaCosta, que deixou boa impressão com «Little Woods» (2018) – e certamente iremos continuar a ouvir falar dela, já que será a realizadora da sequela de «Capitão Marvel» (2019). Sobre «Candyman», a cineasta revelou que “está numa interseção da violência branca com a dor negra e fala de mártires contra a sua vontade”. Nia DaCosta também assina o argumento, juntamente com Peele e Win Rosenfeld.

Yahya Abdul-Mateen II venceu recentemente um Emmy pelo seu papel na série «Watchmen» e foi o ator escolhido como progratonista de «Candyman», em que vai interpretar Anthony McCoy, o bebé raptado e que foi utilizado como isco por Candyman no filme original. Será uma nova oportunidade para o ator revelar mais uma faceta, numa carreira que conta também com participações em obras como «O Grande Showman» (2017), «Os 7 de Chicago» (2020), além de já estar confirmada a sua presença nos elencos de «The Matrix 4», «Aquaman 2» e «Furiosa». Abdul-Mateen II fez também parte do elenco de «Nós», marcando-se, assim, um reencontro com Peele em «Candyman». Além do novo elenco para a sequela, há também regressos a destacar, como Tony Todd, que interpreta Candyman, e Vanessa Williams, que repete o papel do primeiro filme, um dos mais icónicos da década de 1990.

26 DE AGOSTO NOS CINEMAS