BOMBSHELL – O ESCÂNDALO

BOMBSHELL – O ESCÂNDALO

Pouco antes do movimento #MeToo ganhar eco em todo o mundo, houve outro escândalo sexual que abalou os EUA e que serve agora como base para o pouco arrojado «Bombshell – O Escândalo». A obra foca-se na história de como Roger Alies, antigo Diretor da Fox News, tirava partido do seu poder, tendo sido acusado por um grupo de mulheres devido a sucessivos casos de assédio sexual.

Jay Roach aborda a narrativa com uma certa leveza e até humor em alguns momentos, aproveitando estes recursos para exacerbar, por exemplo, a falta de solidariedade feminina. Não obstante, mostra-nos também cenas que provocam desconforto e testemunhos chocantes. No seu todo, tudo contribui para que «Bombshell – O Escândalo» se desenvolva de uma forma dinâmica, cativando a atenção do espectador sem deixar de, por vezes, chocá-lo, sem ser explícito. Contudo, ao procurar abordar diferentes histórias ao mesmo tempo, algo acaba por se perder e nem sempre conseguimos chegar ao âmago das personagens, o que fica um pouco aquém do potencial que a obra apresenta.

Charlize Theron e John Lithgow

Tal também é patente pelo incrível elenco presente na obra, que é o principal trunfo de «Bombshell – O Escândalo». Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbie são três atrizes que roubam sempre a cena e que enchem qualquer obra de magnetismo e carisma. Ter as três juntas no mesmo filme é, por isso, de louvar, e nenhuma delas falha, entregando cenas fortes. Destaque para Robbie, que, numa das cenas mais difíceis do filme, mostra, apenas através do rosto e da linguagem corporal, uma infinitude de emoções. E, sim, é mesmo Charlize Theron no grande ecrã, quase irreconhecível devido ao um irrepreensível e impressionante trabalho de caracterização. De salientar, ainda, no elenco, Kate McKinnon num registo um pouco mais sério do que lhe é habitual mas que a atriz encara com naturalidade e de forma crível, Allison Janney num papel pequeno mas certeiro, e, claro, John Lithgow. Num filme recheado de poderio feminino, o ator tem uma interpretação marcante.

«Bombshell – O Escândalo» aborda um tema que é sempre pertinente e não o faz de uma forma descurada, procurando realçar também as ironias e os preconceitos que ainda existem neste tipo de situações. Contudo, fica sempre a sensação de que a obra poderia ser um pouco mais, ficando um passo atrás de todo o seu potencial.

* Em exibição no canal TVCine Top

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes