BAD BOYS: TUDO OU NADA

BAD BOYS: TUDO OU NADA

«Bad Boys: Tudo ou Nada» é o filme oficial do Verão 2024, traz consigo energia, boa-disposição e mexe quando tudo está parado.

O robusto argumento Chris Bremner e Will Beall conecta o passado com o presente da saga sublinhando a amizade e as aptidões para o caos em movimento de Mike (Smith) e Marcus (Lawrence) sob o pano de fundo de Miami.

Temos uma dupla icónica, muito humor e pazadas de acção numa história blindada com um toque de inovação graças à fantástica realização de Adil El Arbi e Bilall Fallah. Os realizadores belgas ganharam o seu próprio estilo, afastando-se do template de Michael Bay (que tem um cameo no filme). Eles criaram sequências espantosas de acção em ambientes fechados por meio de coreografias de luta e avançadas técnicas de realização, é um autêntico show.

Em termos de quadrilogias, Bad Boys empata em número e qualidade com a saga Arma Mortífera (Lethal Weapon) outro gigante que ajudou a criar um sub-género de cinema (sem se esquecer de 48 Horas e O Caça Policias). Não sabemos se este Bad Boys vai concluir a saga – esperamos que não – Will Smith e Martin Lawrence estão novamente revigorados e prontos para nos levar para mais uma montanha-russa de diversão. Além do mérito dos actores principais temos de destacar o enorme leque de actores no seio desta trama, eles acrescentam valor a este guião e enriquecem a franquia.

O ritmo «Bad Boys: Tudo ou Nada» é arrasador entre o thriller de acção e momentos de comédia (na efusiva interação Smith/Lawrence) mas há espaço para o lado onírico (no “afterlife” de Marcus). Esta incursão neste dispositivo narrativo dá o mote à história e inverte a polarização dos personagens: o “botão de pânico” torna-se o homem sem medo e o intrépido herói tem ataques de pânico. Resulta lindamente este golpe de argumento. Estas ocasiões são uma celebração de uma longa amizade e as atitudes distintas de M&M no combate ao crime. Não sei se resultariam com outros comediantes. A preponderância de Lawrence ofusca Smith mas saga sai vencedora.

Esta não é mais uma sequela para picar o ponto e o filme agiganta-se em IMAX. É arrepiante o número de flops que tentam imitar este sub-género mas «Bad Boys: Tudo ou Nada» parte a louça toda e enche totalmente as medidas dos devotos de um bom filme de comédia de acção.

Título original: Bad Boys: Ride or Die Realização: Adil El Arbi, Bilall Fallah Elenco: Will Smith, Martin Lawrence, Vanessa Hudgens, Vanessa Hudgens, Alexander Ludwig, Ioan Gruffudd, Jacob Scipio Duração: 115 min. EUA, 2024