As melhores séries de 2020

As Melhores Séries de 2020 — Top 10

As Melhores Séries de 2020 — Top 10

Escolher o nosso top 10 de coisas favoritas é sempre uma tarefa mais difícil do que esperamos à partida. Como tal, nem mesmo o facto de ser o quinto ano consecutivo em que aceito este desafio na Metropolis facilita a decisão das melhores séries de 2020. Quem vai suceder a «Years and Years» como a melhor estreia do ano?

Muitos seriólicos viram mais séries do que o habitual devido à pandemia de Covid-19. Mais tempo em casa, saídas proibidas e mais streamings do que nunca em Portugal: as condições, desfavoráveis para uma rotina normal, acabam por, ironicamente, ser favoráveis a maratonas infindáveis no sofá. Entre lançamentos de qualidade e séries em atraso, 2020 foi sem dúvida “menos mau” graças à oferta televisiva. Uma sorte diferente do cinema, é certo.

I Know This Much is True
I Know This Much is True, HBO

Decidir as melhores séries de 2020 é, naturalmente, algo que tem por base critérios de qualidade, mas com uma influência inevitável da subjetividade. Não obstante, fica desde já o desafio para partilharem os vossos tops de 2020 nos comentários.

  1. I Know This Much is True, HBO
  2. I May Destroy You, HBO
  3. Gambito de Dama, Netflix
  4. Dark, Netflix
  5. Westworld, HBO
  6. The Outsider, HBO
  7. Lovecraft Country, HBO
  8. Os Eleitos, Disney+
  9. The Haunting of Bly Manor, Netflix
  10. Normal People, HBO

«I Know This Much is True», o drama protagonizado por Mark Ruffalo em dose dupla, foi uma das grandes estreias de 2020, com o ator a levar o Emmy em setembro sem qualquer surpresa. Uma adaptação bem conseguida do livro I Know This Much Is True, de Wally Lamb. Já «I May Destroy You» é, certamente, uma série menos consensual. Com o consentimento em destaque, a trama toma uma abordagem pouco usual sobre o tema, numa viagem que marcou pela diferença entre as melhores séries de 2020.

Em relação às menções honrosas, o maior destaque vai para «The Great» e «30 Monedas», duas séries da HBO que reinventaram, até certo ponto, os dramas de época e o terror, respetivamente. Por seu lado, a Netflix também se distinguiu na área documental, principalmente com o há muito aguardado «The Last Dance».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes