A TERRA PROMETIDA

A TERRA PROMETIDA

«A Terra Prometida» marcou o reencontro de Mads Mikkelsen com o realizador Nikolaj Arcel após o sucesso de «Um Caso Real» (2012). Nikolaj Arcel também escreveu o thriller de acção «Cavaleiros da Justiça» (2020) que tinha Mikkelsen no papel central.

«A Terra Prometida» baseia-se no romance “The Captain and Ann Barbara” escrito por Ida Jessen em 2020 e inspirado em duas figuras verídicas na Dinamarca. Este filme situa-se em 1755, uma época próxima dos acontecimentos de «Um Caso Real» mas esta história apresenta uma dimensão fora da corte. Foi uma época muito importante na Dinamarca (e no mundo) com grandes mudanças (e revoluções) na forma de pensar, viver e os primórdios da construção de uma nova ordem social onde as pessoas começavam a sonhar em outro tipo de aspirações.

Ludvig Kahlen (Mads Mikkelsen) é um capitão do exército dinamarquês que se reforma após 25 anos de serviço, apesar das suas origens humildes ele lutou para alcançar a sua patente. Após a reforma deseja provar ao Rei que é possível colonizar e gerar a produção de alimentos nas terras inóspitas na Jutlândia e instala-se numa charneca que é cobiçada por um cruel latifundiário, o nobre Frederik De Schinkel (Simon Bennebjerg).

«A Terra Prometida» é um relato de persistência do homem contra a natureza, Ludvig Kahlen é uma figura teimosa que acaba por definir o seu próprio destino. É a imagem da brutalidade da vida quando não se tem nada e deseja-se sobreviver com a força do trabalho e a crença interior. Ludvig Kahlen tenta domar o lado imprevisível da terra e do mundo natural. Ao mesmo tempo está em rota de colisão com forças ainda mais impressíveis e além do seu controlo que destilam cobiça e a maldade dos homens. A presença de Mads Mikkelsen é impressionante na forma como tem de expressar a afirmação do seu personagem sobretudo em contenção emocional nos seus actos, é lacónico e categórico nas palavras.

A obra também apresenta um homem que procura a riqueza e o reconhecimento mas que acaba por descobrir nesse processo (de sacrifício) o amor e a família. Ann Barbara é uma personagem que foge com o seu marido da herdade de Frederik De Schinkel e encontra trabalho nos terrenos de Ludvig Kahlen. É interpretada pela dinamarquesa Amanda Collin que chamou a atenção do mundo em «Raised by Wolves», a série produzida por Ridley Scott. Ann Barbara está inicialmente impercetível e lentamente vai assumindo o protagonismo na obra. As principais figuras femininas do filme, Ann e Edel (a prima De Schinkel) invertem os papéis sobre aquilo que se pretendia/esperava que fosse o lugar da mulher na sociedade e demonstram o seu intelecto. Também observamos a discriminação racial para o caso da criança cigana que Ludvig e Ann recebem no seu lar. Melina Hagberg tem uma interpretação muito generosa.
A forma como a obra termina coloca em perspetiva toda esta jornada épica de Ludvig Kahlen e o que realmente é importante na vida, o seu final é uma declaração.

«A Terra Prometida» é um filme dinamarquês de época assente em bases firmes em torno dos personagens e a qualidade da produção, sentimos as paisagens naturais e humanas. O figurino foi inspirado em pinturas dinamarquesas do período que serviram de base para o guarda-roupa. O trabalho de fotografia de Rasmus Videbæké é magnifico e pouco usual no cinema moderno na forma como trabalhou a profundidade do campo visual. Um filme com sentido de escala e intimidade.

Título original: Bastarden Realização: Nikolaj Arcel Elenco: Mads Mikkelsen, Amanda Collin, Simon Bennebjerg, Melina Hagberg, Kristine Kujath Thorp Duração: 127 min. Dinamarca/Suécia/Noruega/Alemanha, 2023