A Rede Social

A REDE SOCIAL

A REDE SOCIAL

Uma tragédia clássica na era digital, David Fincher volta a realizar um filme soberbo, conta com o poder da palavra de um dos mestres da escrita moderna, Aaron Sorkin impõe uma dinâmica superlativa na comunicação do argumento e em diálogos que desafiam o espectador. «A Rede Social» é a história do mito por detrás de uma ideia revolucionária do ponto de vista comportamental e social, um fascinante relato de ambição e valor de Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg), o génio que chamou até si a criação do Facebook, muito mais do que uma descrição tecnológica o registo representa um profundo drama ao ritmo de um thriller energético, possui uma forte componente humana nas várias conexões e, sobretudo, desconexões entre amigos, rivais e amantes, com um golpe de ironia para o indivíduo que criou e enriqueceu com o estreitamento de laços de amizade de meio mundo mas acabou apenas com a solidão do seu lado. O enredo centra os acontecimentos entre o difícil parto do Facebook, o brilhantismo, a frieza e o super ego de Zuckerberg e a estreita amizade com o seu melhor amigo (Andrew Garfield) e intercala estes aspectos com um drama de tribunal no confronto das figuras embrionárias da rede social, esta opção narrativa traz um ritmo essencial e define perante a audiência as balizas de Zuckerberg. Para além do intimismo dramático, que está subtilmente escondido, «A Rede Social» tem momentos descontraídos ligado à bizarria existencial do seu protagonista. As interpretações são irrepreensíveis a toda à linha, não é de estranhar pelo talento dos artistas envolvidos e pelo perfeccionismo obsessivo de Fincher ante os seus actores. Visualmente o registo é sóbrio com as atmosferas confinadas que se vão expandindo à medida da fama e do sucesso, ainda temos direito a um “pequeno” mimo na filmagem de uma regata onde não são apenas os atletas que esticam o corpo, é qualquer coisa de extraordinário. Não é de certo a sua obra mais ousada mas é mais um importante marco na sua carreira neste retrato perfeito do ponto de vista sociológico de uma geração onde os ditos nerds tornam-se os senhores do amanhã com o mesmo ímpeto daqueles que criaram as dinastias do passado.

Título original: The Social Network Realização: David Fincher Elenco: Jesse Eisenberg, Andrew Garfield, Justin Timberlake, Rooney Mara Duração: 120 min. EUA, 2010

[Texto originalmente publicado no site Cinema2000, 4 de Novembro 2010]