A IRMANDADE DA SAUNA

A IRMANDADE DA SAUNA

«A Irmandade da Sauna» parte de uma premissa simples, a primeira longa-metragem de Anna Hints estreou no Festival de Sundance e arrecadou o Prémio de Documentário Internacional. A tradição da sauna de fumo de Vana-Võromaa (região no Sul da Estónia), conhecida por “savvusanna kombõ” e incluída na Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, é precisamente o foco deste documentário sobre mulheres, mas não só. A tradição da sauna de fumo de Vana-Võromaa pretende, acima de tudo, unir familiares e amigos para purificar o corpo e a alma num lugar de paz e contemplação.

Sem uma presença intrusiva, a câmara da realizadora vai mostrando o local da sauna e do seu entorno, convidando o espectador a entrar num templo sagrado, onde um grupo de mulheres se reúne para a purificação do corpo, mas onde a alma é igualmente limpa, cuidada e partilhada com as suas semelhantes.

Neste espaço seguro, onde a realizadora nos guia através dos fumos quentes e água para molhar o rosto, intervalando com a saída em fila para os buracos nos lagos gelados onde se mergulha a temperaturas abaixo dos zero graus, partilham-se vidas, memórias, dores, expectativas, sonhos, pequenas vitórias, mas acima de tudo, mostra-se aquilo que fica quando todas “as máscaras” caem, quando apenas corpos – grandes, pequenos, descaídos, com estrias, tonificados – se encontram e as almas se reconhecem e se unem.

Com filmagens simples e uma fantástica fotografia, este é um bilhete exclusivo de acesso a um lugar do sagrado feminino que devia ser mais vezes descoberto no meio de uma sociedade que vive atualmente de filtros, redes sociais, subjugado a padrões falsos de beleza, posses e estados de espírito que nem sempre correspondem à verdade.

«A Irmandade da Sauna» não é um filme fácil para mulheres. Durante uma hora e meia, também nós estamos dentro daquela sauna, a dar o nosso ombro para ouvir confissões, histórias, feridas, expectativas geracionais e karmas genéticos da cultura feminina. Este é um convite para entrar num templo sagrado, com muito respeito e muita disponibilidade para ouvir outras mulheres e nos relembrarmos da sororidade que nos une, mais do que o que nos separa. Feito por uma mulher, «A Irmandade da Sauna” é para todas as suas irmãs, as dela, as de sangue e as de alma. No final, é para todas nós.

Título Original: Savvusanna sõsarad Realização: Anna Hints Elenco: Elsa Saks, Maria Meresaar, Kadi Kivilo Duração: 89 minutos Estónia/França/Islândia, 2023

[Texto publicado originalmente na Revista Metropolis nº103, Fevereiro 2024]