logo

Entrar
Actualizado às 11:21 PM, Dec 4, 2019

Netflix - Escolhas Metropolis – Semana de 13 de Março

Um defensor da Marvel, uma comediante em estado de graça, espiões na Guerra Fria... Personagens diversos e histórias únicas são algo que não falta na Netflix Portugal. Se ainda não escolheu o que ver, a Metropolis apresenta-lhe algumas sugestões.

Novidades



PUNHO DE FERRO
A parceria entre Marvel e Netflix já deu bons frutos, como são exemplo as séries «Demolidor», «Jessica Jones» e «Luke Cage» (ambas disponíveis na Netflix Portugal). Agora chega-nos um novo trabalho em conjunto, desta vez com um novo super-herói como protagonista: Iron Fist. Danny Rand sobreviveu a um acidente aéreo que vitimou a sua família e todos julgavam-no morto. Contudo, Rand regressa, muitos anos depois, sendo agora um mestre das artes especiais com a capacidade de invocar a força mística do Poder de Ferro.
Criada por Scott Buck, nomeado para 7 Emmys, «Punho de Ferro» é protagonizada por Finn Jones, o Loras Tyrell da série «A Guerra dos Tronos», tendo também no elenco David Wenham, Jessica Henwick, Rosario Dawson e Carrie-Anne Moss. Iron Fist é o último herói a ser apresentado antes do crossover «The Defenders», que junta Daredevil, Jessica Jones, Luke Cage e Iron Fist na luta contra o crime em Nova Iorque, uma série que tem estreia prevista na Netflix ainda para este ano. Para já, conheça o último Defensor, a partir de 17 de março.

AMY SCHUMER: THE LEATHER SPECIAL
É uma das humoristas norte-americanas mais famosas no mundo e até deu cartas no cinema, quando escreveu e protagonizou «Descarrilada» (2015), que lhe valeu a nomeação para o Globo de Ouro de Melhor Atriz em Comédia/Musical, além da indicação da obra para Melhor Filme de Comédia ou Musical. Schumer volta em breve ao grande ecrã com o filme «Olha Que Duas», onde divide o protagonismo com Goldie Hawn, mas, antes disso, a Netflix apresenta-nos este especial de stand-up picante e irreverente, como só poderia ser com Amy Schumer.

Filmado no Bellco Theater, em Denver, a comediante discorre sobre sexo, encontros românticos e o lado absurdo e caricato da fama, prometendo muitas gargalhadas e momentos descomplexados.

LOVE
Depois do sucesso da 1.ª temporada, «Love» regressa para mais 12 episódios. Criada por Judd Apatow, Lesley Arfin e Paul Rust, a série acompanha um casal que enfrenta as humilhações da intimidade e do compromisso após um desgosto amoroso. Gillian Jacobs e Paul Rust dão vida aos dois personagens principais em que a comédia predomina, sem deixar de haver lugar para momentos menos airosos. Entretanto, está já confirmada a 3.ª temporada.

Maratona da Semana

luther
LUTHER
Mistério, crime e uma mente prodigiosa para desvendar imbróglios inexplicáveis, «Luther» foca-se num detetive esforçado em cumprir da melhor maneira o seu propósito, acabando por enfrentar as consequências psicológicas dos crimes que resolve. A série britânica de 4 temporadas foi a oportunidade de ouro para Idris Elba mostrar todo o seu potencial artístico e o ator não desperdiçou, tendo vencido vários prémios pela sua interpretação, como um Globo de Ouro e um prémio atribuído pelo Sindicato dos Atores. Suspense e até um pouco de Ciência Comportamental são alguns dos ingredientes da série, que revelou um dos personagens mais complexos e interessantes da televisão nos últimos anos.


Agora na Netflix

mustang

MUSTANG
Um filme que explora a liberdade e autonomia do sexo feminino, «Mustang» é uma ode à luta pelos sonhos mesmo quando os obstáculos culturais e sociais são gigantes. A história passa-se na Turquia e foca-se em cinco meninas que são vistas a brincar com rapazes numa praia, escandalizando a sua família, que imediatamente as tranca em casa e começa a preparar casamentos arranjados para elas.
A cineasta turca Deniz Gamze Ergüven teve com «Mustang» a sua primeira longa-metragem e o sucesso repercutiu-se por vários locais. A obra venceu o Prémio LUX em 2015, atribuído pelo Cinema Europeu, sendo ainda nomeado na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira nos BAFTA, Globos de Ouro e Óscares.

the americans the americans

THE AMERICANS
A série passa-se no início da década de 1980, com a Guerra Fria como palco, em que dois agentes do KGB, Elizabeth (Keri Russell) e Philip Jennings (Matthew Rhys), fingem que são um casal a viver discretamente perto de Washington. Apesar de existirem elementos de drama e suspense, o foco é mesmo para as relações humanas.
Os protagonistas foram ambos nomeados para o Globo de Ouro e Margo Martindale venceu dois Emmys pela sua interpretação. A série foi criada por Joe Weisberg, um antigo agente da CIA, e tem sido muito elogiada pela crítica e público, tendo já sido confirmada a sua sexta e última temporada. Entretanto, poderá ver na Netflix Portugal, as três primeiras.

 

Film Michael Keaton
Figura da Semana: Michael Keaton

Outrora conhecido como o Batman ou mais ligado a papéis cómicos, Michael Keaton tem revelado, nos últimos anos, uma vertente mais dramática e tem sido muito bem sucedido. Caso disso é o filme que chega esta semana às salas portuguesas, «O Fundador», em que interpreta Kay Kroc, um vendedor que transformou a McDonald’s no mega sucesso comercial que hoje conhecemos.

JACKIE BROWN
Realizado e escrito por Quentin Tarantino depois do filme de culto «Pulp Fiction» (1994), «Jackie Brown» centra-se numa hospedeira que se vê envolvida numa contenda em que pode ter lucro ou perder a vida. Pam Grier, Samuel L. Jackson, Robert De Niro e Michael Keaton fazem parte do elenco do filme, mas foi Robert Foster que conseguiu uma nomeação para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Quer seja pela história ou pelo elenco, «Jackie Brown» é mais uma oportunidade para ver o talento de Quentin Tarantino em ação.

BIRDMAN
Foi um dos filmes-sensação dos Óscares 2015 e não faltam razões para isso: «Birdman» é um dos filmes mais intrigantes e entusiasmantes dos últimos anos. Filmado de uma forma invulgar (praticamente sem cortes) por Alejandro G. Iñárritu, a obra mostra os avanços e recuos da produção de uma peça na Broadway, em que um ator outrora famoso tenta retomar a sua velha glória.
Para Michael Keaton, «Birdman» foi uma espécie de renascimento artístico, tendo sido nomeado para o Óscar de Melhor Ator Principal e vencido o Globo de Ouro, entre várias indicações. O filme venceu 4 Óscares, incluindo nas categorias de Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Fotografia e Melhor Argumento Original.

  • Publicado em TV

Descarrilada

Rir a bom rir: é isto que pode esperar de "Descarrilada", uma aposta bem conseguida de Judd Apatow. A história centra-se em Amy Townsend (Amy Schumer), uma jornalista independente e confiante para quem a monogamia é um mito, ideia para a qual muito contribuiu o seu pai. Amy tem fobia de relacionamentos e vai saltando de um relacionamento para o outro sem qualquer ligação emocional. Todavia, tudo poderá mudar quando tem de entrevistar o médico Aaron Cooners (Bill Hader), que tem a persistência como uma grande aliada.

Amy Schumer é a comediante do momento nos EUA, tendo agora a sua estreia no grande ecrã. O filme é escrito por ela e tem a sua marca notória um pouco por toda a narrativa. Os dois primeiros atos são os mais interessantes, pejados de momentos divertidos, surpreendentes e politicamente incorretos. Contudo, o tom começa a “descarrilar” para a simples comédia romântica e, aos poucos, a piada começa a diminuir.

Não obstante, Amy Schumer é a rainha da obra e só por ela muitos dos gags acabam, efetivamente, por funcionar. Contudo, não está sozinha, tendo um elenco seguro que enriquece o filme e que complementa na perfeição o trabalho da protagonista. Bill Hader e Vanessa Bayer, duas presenças habituais em "Saturday Night Live", estão irrepreensíveis, bem como a fantástica Tilda Swinton, que tem uma participação deliciosa. Acrescentam-se, ainda, o esforçado John Cena e o surpreendente LeBron James, que consegue mesmo roubar a cena em muitos momentos.

Apesar de aspetos menos bem conseguidos, não poderemos descartar esta tentativa de criação de uma comédia diferente. Além disso, tem uma mulher como protagonista, algo que ainda não ocorrera em filmes realizados por Apatow e que esta obra prova que pode ser um caminho profícuo a seguir no género.

"Descarrilada" é uma comédia em estado puro que acaba por deixar-se levar por outro rumo, encaixando mais na comédia romântica. A obra perde um pouco da sua essência e ousadia mas não deixará de fornecer algo que sempre se pretende de uma comédia: entretenimento e muitas gargalhadas.

quatro estrelas

Título Nacional Descarrilada  Título Original Trainwreck Realizador Judd Apatow Actores Amy Schumer, Bill Hader, Brie Larson Origem Estados Unidos/Japão Duração 125’ Ano 2015

Assinar este feed RSS