logo

Entrar
Actualizado às 12:40 PM, Sep 22, 2018

Harrow: o surpreendente regresso de Ioan Gruffudd (review)

Destaque Harrow: o surpreendente regresso de Ioan Gruffudd (review)

O AXN Portugal estreou na segunda-feira, 10, «Harrow». Esta série marca o regresso ao canal de Ioan Gruffudd, o protagonista da cancelada «Forever».

Somos deixados com uma sensação ‘estranha’ assim que os créditos finais anunciam o fim do episódio piloto de «Harrow», “Actus Reus”. Embora este tenha cerca de 50 minutos, a trama envolve de tal forma o espectador que, até por causa da complexidade apresentada, poderíamos jurar que Ioan Gruffudd e companhia estiveram connosco muito mais tempo. O protagonista e o círculo próximo são introduzidos com profundidade, enquanto as diferentes storylines são compostas por variadas camadas. E, para arrebatar as últimas defesas, o epílogo do piloto é absolutamente brutal – um pouco ao jeito de «Absentia», também do AXN.

O seu Henry Morgan de «Forever», exibida entre 2014 e 2015, pode ter desaparecido prematuramente, mas Ioan não tardou a regressar ao pequeno ecrã com papéis breves, e desta feita com uma personagem arrogante e de uma personalidade peculiar. De volta às morgues da ficção, Ioan interpreta o médico legista Daniel Harrow, que dá nome à série original do canal ABC, o mesmo que cancelou «Forever». Apesar das dificuldades a relacionar-se com os vivos, o médico tem um ‘talento’ natural para fazer falar os mortos, descobrindo verdades de que muitos nem andavam à procura.

Harrow 3

Com um amor-ódio pela chefe Maxine (Robyn Malcolm) e uma rivalidade histórica com o colega Fairly (Darren Gilshenan) e o polícia Bryan Nichols (Damien Garvey), Harrow vai deixando a sua marca no meio profissional, falhando redondamente na vida pessoal. É para tentar melhorar o relacionamento com a filha Fern (Ella Newton) que o médico decide demitir-se, prometendo à jovem rebelde uma viagem até um destino de sonho. No entanto, depois de convencer a filha e a ex-mulher (Anna Lise Phillip), Harrow acaba por repensar a sua decisão e mantém o seu cargo próximo do meio investigativo. Algo previsível pela premissa da série, mas inesperado no contexto em que acontece.

O motivo pelo qual toma a decisão de ficar é chocante: surge um cadáver nas águas, envolto em cimento, e a agente e provável par amoroso Soroya (Mirrah Foulkes) chama Harrow ao local. Ainda que o interesse do médico forense seja natural, o ‘golpe’ na relação com Fern e a mudança brusca fazem antever algo que os criadores Stephen M. Irwin e Leigh McGrath não demoram a revelar. As imagens de abertura ressurgem no final para desmascarar Harrow: foi ele que atirou o cadáver para o fundo do mar, e daí também o seu interesse em recuperar o artefacto que a filha tinha penhorado.

Assim como aconteceu com «Absentia» há um ano, a nova série de Ioan, à partida apenas mais uma dentro do género, consegue surpreender e atrai a audiência com um mistério entusiasmante. Não sendo algo de inédito, a forma como Irwin e McGrath vão gerir a situação será determinante para tornar esta série um sucesso ou um fracasso, sendo que a rápida renovação para uma segunda temporada nos deixa otimistas. Por sua vez, o elenco menos conhecido mas promissor, nomeadamente Newton e Remy Hii, permite a Ioan brilhar como nunca antes, sem ser ‘ofuscado’ por atores mais consagrados como Judd Hirsch e Alana De La Garza.

Mídia

Modificado emterça, 11 setembro 2018 22:37

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.