logo

Entrar
Actualizado às 9:45 PM, Sep 22, 2019

Netflix confirma «Stranger Things 2»

Depois do sucesso alcançado com a sua produção original, protagonizada por Winona Ryder, a Netflix anunciou que Stranger Things irá regressar com mais nove episódios em 2017. Os irmãos Duffer, Matt e Ross, responsáveis por este mítico thriller, que decorre nos anos 80, vão dar continuidade à realização de Stranger Things 2. 

A nova temporada será produzida pela 21 Laps, tendo como produtores executivos Shawn Levy e Dan Cohen.

Uma noite inocente a jogar Dungeons & Dragons tem um trágico desfecho para um grupo de amigos na cidade de Hawkins, em Indiana, quando o jovem Will Byers desaparece... como se tivesse evaporado no ar.

Estamos no ano de 1983 e na pequena cidade crescem as teorias de conspiração para justificar as circunstâncias do desaparecimento do rapaz. Amigos, familiares e polícia local partem em busca de respostas sobre o desaparecimento e são arrastados para um mistério extraordinário, que envolve experiências secretas do Governo, forças sobrenaturais assustadoras e a descoberta de uma menina muito estranha. Devido à sua aparência e aos seus poderes sobre-humanos, os rapazes começam a perceber que ela poderá ter uma sinistra ligação com o desaparecimento do amigo.

A série tem um jovem elenco, composto por Finn Wolfhard, Gaten Mattarazzo, Caleb McLaughlin e Millie Brown como “Eleven”. Stranger Things é uma declaração de amor aos filmes clássicos da década de 80.

Stranger Things é protagonizado por Winona Ryder (Joyce Beyers), e o restante elenco é composto por Matthew Modine (Dr. Brenner), David Harbour (Chief Hopper), Charlie Heaton (Jonathan Beyers), Natalia Dyer (Nancy Wheeler), Millie Brown (Eleven), Finn Wolfhard (Mike Wheeler), Caleb McLaughlin (Lucas Sinclair), Gaten Matarazzo (Dustin Henderson) e Cara Buono (Karen Wheeler).

Stranger Things - Critica Metropolis

Mídia

Modificado emdomingo, 04 setembro 2016 18:37

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.