logo

Entrar
Actualizado às 10:16 PM, Dec 11, 2019

O Menino e o Mundo - Alê Abreu

Entre negociações (prestes a serem fechadas) de uma série de TV na França, Alê Abreu, animador paulistano de 44 anos, recebeu no dia 14 de janeiro uma notícia que fez seu nome despontar entre os realizadores mais importantes da história do cinema brasileiro. Naquele dia, ele soube que seu aclamado longa-metragem «O Menino e o Mundo», ganhador de 45 láureas internacionais, foi selecionado para concorrer ao prêmio dos prêmios, o Oscar. Orçada em R$ 1,5 milhão e desenvolvida ao longo de três anos e meio de pesado trabalho nas fornalhas da Filme de Papel, produtora fundada por Abreu na década de 1990, a fantasia de tintas sociais sobre um garotinho em busca do pai disputa a estatueta de melhor longa-metragem de animação na premiação de 2016 da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. É a primeira vez em 118 anos de História que o setor audiovisual do Brasil vê um filme animado galgar tamanha visibilidade aos olhos da indústria internacional.

“Este filme carrega consigo um grito histórico da América Latina: o grito de utopia dos excluídos e dos revolucionários que sonham com um mundo de harmonia”, desabafa Abreu, diretor de curtas-metragens cultuados como «Espantalho» (1998), que estreou em longas em 2007 com «Garoto Cósmico», já marcado por toques de existencialismo, corrente que alinhava as contemplações de «O Menino e o Mundo». “Tenho a sensação de que a mistura de técnicas que meu longa faz é um reflexo de todas as misturas que compõem o Brasil, um país até hoje carente de um pai que o ampare. Um país que segue em frente, acreditando... lutando... No dia 28 de fevereiro, eu estarei lá em Los Angeles, na festa do Oscar, acreditando também, com fé de que vamos ganhar”.

o menino 3

Toda a consagração mundial de «O Menino e o Mundo» teve como estopim a dupla vitória da produção em um dos mais prestigiados festivais do planeta, o Festival de Annecy, na França, apelidado de “Cannes da animação”. Em 2014, ele saiu de lá com o prêmio máximo do júri oficial e do júri popular. Ali começou uma trajetória de vitórias que pode ser coroada com o troféu hollywoodiano.

“Fiquei muito feliz, um dia desses, quando recebi uma mensagem do Pete Docter, o diretor de «Divertida Mente» (encarado como o rival nº1 de Abreu na briga pelo Oscar), parabenizando-me pela qualidade de «O Menino e o Mundo»”, celebra o diretor, que já prepara um novo longa: «Viajantes do Bosque Encantado». “Em parte, quem me colocou no Oscar foi o público que votou em mim em Annecy. Lá, o júri popular é votado por uma plateia muito especializada, que comporta muitos integrantes da Academia. E, no ano que ganhei, foi surpresa ver eles se encantarem por um trabalho como o meu, que, no processo, é muito psicanalítico”.

o menino 2

A fim de ter um espaço de atenção no coração dos votantes da Academia, Abreu conta com o poder de fogo de sua distribuidora nos EUA, a GKdis, que já disponibilizou para os americanos cultos como «O Conto da Princesa Kaguya» (2013) e «Chico & Rita» (2010), ambos indicados ao Oscar. “Ela é a mais importante na distribuição de animações mais autorais, como «Ernest & Célestine», com um catálogo invejável que adquire dois ou três longas estrangeiros por ano, numa seleção feita a dedo”, diz o cineasta, que trabalha agora com o produtor Didier Brunner, lenda responsável por longas como «As Bicicletas de Belleville» (2003), na feitura de uma série de DNA francês com base em «O Menino e o Mundo». “Este projeto será uma mistura do universo do meu filme com um material documental do projeto «On The Way To School», sobre a vida de crianças de diferentes países que enfrentam dificuldades para chegar ao colégio”.

No Brasil, Abreu ainda desenvolve uma outra série, «Vivi Viravento», da qual será supervisor artístico. E, agora, com a promoção de seu nome a partir do Oscar, seu repertório de ideias pode ganhar ainda mais respeitabilidade entre os órgãos de fomento no Brasil, cuja animação vem se estabelecendo internacionalmente mais e mais a cada ano. “Eu comecei na carreira de animador aos 13 anos, três décadas atrás, e, desde então, vi muita coisa mudar no cinema brasileiro”, diz Abreu. “Eu vi novas tecnologias, digitais sobretudo, tomarem o lugar do acetato. Eu vi o Anima Mundi se estabelecer como um dos maiores festivais do mundo. Eu vi o 35mm desaparecer. Vi as leis de incentivo aparecerem como um meio de manutenção da nossa indústria. Foi muita mudança. Mas nessa transformação toda, nossa qualidade jamais caiu. Nossa animação só fez crescer”. 

Anomalisa BSO

A história de Anomalisa começou num projeto de teatro, desde logo tendo a música de Carter Burwell como uma das suas âncoras principais. Foi em 2005, nascendo toda este conjunto de personagens e narrativas para integrar um projeto teatral coordenado pelo próprio compositor. Com o tempo Anomalisa cresceu a ganhou vida e, depois de uma campanha de financiamento que passou pelo Kickstarter, chegou ao cinema onde promete ser um dos casos do ano. A música não deixou nunca de ser aqui uma peça central. Ainda mais numa animação, a caracterização das personagens e o estabelecimento da sua relação entre si, os lugares e a história, deve muito ao trabalho musical de Carter Burwell que, se por um lado exibe aqui marcas habituais da sua linguagem como compositor (sobretudo na relação com as electrónicas, os metais e as percussões, com um gosto pela pontuação minimalista de acontecimentos), por outro cede às necessidades cénicas, nomeadamente servindo deliciosa muzak de bar de hotel quando a história o pede. Há depois deliciosos momentos vocais, de None of Them Are You ou uma versão de Girls Just Want to Have Fun, originalmente cantada por Cindy Lauper em 1983. A versão em disco junta excertos dos diálogos, vincando a relação funcional desta música.

  • Publicado em Música

"STAR WARS REBELS" - Novos episódios

A segunda temporada da série “Star Wars Rebels” continua no Disney Channel com a estreia de novos episódios, dia 2 de abril, às 12h50. Segredos do passado serão revelados e o destino dos heróis da série será mudado para sempre.

Nesta temporada, a opressão Imperial cresce fortemente em Lothal e a Rebelião procura novos aliados e mais recursos para sustentar a luta contra o império do mal. Com a ajuda da Ahsoka Tano, a tripulação da nave Espírito une forças com outra célula rebelde de antigos soldados imperiais que lutaram na Guerra dos Clones. O número de rebeldes aumenta e o número de inimigos também. Novos Inquisidores sob o comando de Darth Vader são enviados para acabar com a crescente ameaça da Rebelião. Através de missões de resgate perigosas, perseguições espaciais emocionantes e duelos de sabres de luz espetaculares, a união dos rebeldes será posta à prova como nunca.

A imparável heroína da Rebelião, a Princesa Leia, vai estrear-se na série, num dos novos episódios que tem lugar três anos antes dos acontecimentos de “Star Wars: Uma Nova Esperança”. Leia é apresentada como uma jovem líder que acaba por transformar-se numa das personagens mais fortes e decididas da trilogia original.

  • Publicado em Videos

Angry Birds - O Filme - Trailer Oficial

O filme leva-nos até uma ilha distante, inteiramente populada por pássaros felizes e incapazes de voar – ou, pelo menos, voar de forma eficiente... Neste paraíso, porém, Red, um pássaro com problemas de temperamento, o veloz Chuck e o volátil Bomb, sempre foram verdadeiros inadaptados.
Mas quando a ilha é visitada por misteriosos porquinhos verdes serão extamente estes improváveis marginais que se incumbirão de descobrir que raio andam os porcos a tramar...

1 JUNHO NOS CINEMAS

  • Publicado em Videos

Robinson Crusoé - Trailer Oficial

Numa pequena ilha paradisíaca, Terça-feira, um papagaio bastante divertido vive com um grupo de animais amigos. No entanto, Terça-feira não para de sonhar como será o resto do mundo.

Depois de uma violenta tempestade, Terça-feira e seus amigos dão de caras com uma criatura estranha: Robinson Crusoé. Terça-feira vê imediatamente em Robinson a certeza de que há um mundo para além da ilha. Da mesma forma, Robinson logo percebe que a chave para sobreviver na ilha é através da ajuda do papagaio e dos outros animais. Não é fácil no início, já que os animais não falam "humano", mas lentamente, todos eles começam a viver juntos em harmonia, até ao dia em que a sua vida confortável é posta em causa por dois gatos, também eles náufragos, que desejam assumir o controlo da ilha. E no meio da batalha que se segue, Crusoé e os animais seus amigos depressa descobrem o verdadeiro poder da amizade, no meio de todas as adversidades.

Fonte: Big Picture Films

  • Publicado em Videos

Ratchet & Clank - trailer

«Ratchet & Clank» é uma animação em 3D baseada num popular jogo da Playstation do estúdio Insomniac Games, o filme será uma comédia de acção em ambiente sci-fi.

«Ratchet & Clank» será realizado por Jericca Cleland e Kevin Munroe, o argumento foi maioritariamente redigido por T.J. Fixman que já tinha assinado a história do jogo.

O talento de vozes conta com nomes como Paul Giamatti, John Goodman, Rosario Dawson e Sylvester Stallone. Também participam actores que deram a voz à série de jogos "Ratchet & Clank". As vozes nacionais são representadas por Tiago Teotónio e Luciana Abreu.

O enredo será uma história de origem sobre como os dois heróis do filme, Ratchet (James Arnold Taylor) e Clank (David Kaye), se conheceram na sua tentativa de salvar a galáxia de Solana da destruição do Presidente Drek (Paul Giamatti) e Blarg.

Estreia nacional do jogo: 20 de Abril de 2016
Estreia nacional do filme: 5 de Maio de 2016

 

 

  • Publicado em Videos

Sausage Party - Official Red Band Trailer

«Sausage Party» é a primeira animação CG para adultos, relata a história de uma salsicha que lidera um bando de produtos de supermercado numa jornada de descoberta da verdade e da sua existência sobre o que acontece a partir do momento em que são escolhidos das prateleiras e saem para fora da loja.
O filme conta com vários talentos vocais, inclusive de algumas das maiores estrelas da comédia da actualidade, como Seth Rogen, Kristen Wiig, Jonah Hill, Bill Hader, Michael Cera, James Franco, Danny McBride, Craig Robinson, Paul Rudd, Nick Kroll, David Krumholtz, Edward Norton, e Salma Hayek. O filme é realizado pelos estreantes Greg Tiernan e Conrad Vernon.

  • Publicado em Videos

Home: A Minha Casa

Jim Parsons, a estrela de «A Teoria do Big-Bang», tem uma voz de desenho animado, o seu humor, a energia e a entoação no papel de Oh fazem maravilhas e carregam a “casa” às costas. Jim Parsons contracena com Rhiana, que tem o timbre perfeito para dar voz a Tip, uma menina que procura a sua mãe pelo mundo fora com a ajuda de Oh, um pequeno e desastrado alien que integra uma força invasora terrestre. Oh debate-se com o conformismo e a existência de emoções numa raça sem empatia e ensinada a fugir do amor. Mas tudo muda quando conhece o afecto e a amizade crescente de Tip.
O lançamento em DVD é mais uma prova que o público adulto pode reencontrar uma preciosidade no cinema em casa com as vozes originais que são o alicerce deste filme, algo que raramente acontece nas salas nacionais dominadas, compreensivelmente, pela versão dobrada.

«Home: A Minha Casa» é uma animação divertida e com muito colorido que veste a camisola da comédia de aventura, polvilhada de momentos com imensa ternura.

tres estrelas

Título original: Home

ACTORES
Jim Parsons
Rihanna
Steve Martin

Pris Audiovisuais

Assinar este feed RSS