logo

Entrar
Actualizado às 9:31 PM, Aug 22, 2019

São Jorge

A austeridade sente-se no novo filme de Marco Martins, onde o ator Nuno Lopes dá corpo a um pai que zela pela sobrevivência da sua família fazendo cobranças difíceis. A história deste homem é a de muitos portugueses confrontados com as dificuldades que surgiram em Portugal durante o período de crise e de assistência financeira. Por isso, «São Jorge» parte de um drama pessoal e familiar para explorar uma dimensão mais global dos efeitos da crise. Pela primeira vez em cinema, Marco Martins dirige um elenco não profissional, em colaboração com os trabalhadores dos estaleiros navais, com os quais fez um trabalho de pesquisa para uma peça de teatro. Marco Martins foi ao encontro da história recente, fazendo um filme oportuno e irrepetível, que é o espelho de um país marginal, quebrado pelas dificuldades, e Nuno Lopes responde da melhor maneira.

Sinopse:
Jorge, boxeur, desempregado, corre o risco de perder o seu filho e a sua mulher, quando esta decide regressar ao Brasil. Em desespero, aceita trabalho numa empresa de cobranças difíceis. Ironicamente, Jorge passa a intimidar aqueles que, como ele, se veem a braços com dívidas que não conseguem pagar. Impele-o a fé numa vida melhor para a sua família, mesmo quando se vê empurrado para um caminho de marginalidade.

Mídia

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.