logo

Entrar
Actualizado às 10:48 AM, Oct 23, 2019

Judaica Mostra de Cinema e Cultura - Elena Piatok

The Eichmann Show The Eichmann Show

A ‘Judaica – Mostra de Cinema e Cultura’ está de regresso para a sua 4.ª edição, de 16 a 20 de Março, no Cinema São Jorge, com filmes, música, livros, convidados e tradições culturais para todas as idades.

Depois de Lisboa, a Judaica regressa a Belmonte, entre os dias 14 e 16 de Abril; e estreia-se em Cascais, de 8 a 10 de Abril; e em Castelo de Vide, entre os dias 5 e 8 de Maio.

Entrevista a Elena Piatok (directora da ‘Judaica – Mostra de Cinema e Cultura’) 

Poderia falar-nos um pouco da importância do festival para a difusão da cultura judaica em Portugal?
Enorme, nem mais nem menos...porque ofereço escolhas que de outra forma não seriam acessíveis para o público português e que estão precisamente pensadas para isso, para divulgar e sobre tudo para criar e fazer florescer essa sementezinha que tantos portugueses levam dentro, a da sua longínqua identidade judaica. Fazemos isto através sobre tudo das sessões especiais, e das sessões para escolas. O propósito da Judaica é isso...divulgar e dar a conhecer a enorme riqueza da cultura judaica através de filmes, palestras, livros e música.

Quais as novas tendências, e /ou características que tem identificado no cinema Judaico, nos últimos anos?
Não penso que se possa falar nestes termos. O que é inegável é que todos os anos aparecem novos e extraordinários filmes de temática judaica, e um tema que não se esgota, que vai para além de tendências e que tem as mais variadas características. Eu tento escolher os melhores, dentro das minhas possibilidades e sempre pensando no meu público alvo.

Num mundo em constante mutação sente que ainda existe espaço para a expressão espiritual, e sente que é reflectida nas artes?
O mundo nunca parou de estar em constante mutação, penso eu! E a arte ou está imbuída de espiritualidade ou não será arte.

Sente que é notável a procura da identidade e valores Judaicos no actual panorama mundial cinematográfico?
Não gosto de generalizar e não tenho autoridade para falar numa categoria de “panorama mundial cinematográfico”. O que é verdade é que, como deixe entrever anteriormente, fico surpreendida, sim, pela quantidade de filmes de temática judaica que continuamente aparecem. Mas não penso que se trate de uma simples procura de identidade e de valores, são demasiado variados para os poder definir desta forma. Afina, do que se trata sempre é de contar histórias...penso que a essência da cinematografia é essa. É, foi e será. Contar uma boa história.

Mídia

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.