logo

Entrar
Actualizado às 2:03 PM, Nov 16, 2019

3 x Dream Baby Dream [Neneh Cherry]

Com a morte de Alan Vega, que integrava o duo Suicide (com Martin Rev), desapareceu um nome vital da história do rock e, em particular, das convulsões que conduziram ao punk — Dream Baby Dream, single de 1979, é uma referência incontornável do seu património, tendo suscitado algumas brilhantes recriações.

O trabalho da cantora sueca Neneh Cherry sempre manteve uma relação aberta com os universos jazzísticos — na cena artística, adoptou mesmo o apelido do seu padrasto, o trompetista Don Cherry (1936-1995). No álbum The Cherry Thing (2012), aliou-se ao trio The Thing — Mats Gustafsson (saxofone), Ingebrigt Håker Flaten (contrabaixo) e Paal Nilssen-Love (bateria) — para interpretar alguns temas compostos por ela ou elementos do trio, a par de algumas referências exteriores. Dream Baby Dream era uma delas, aqui em duas versões: no Festival de Jazz de Ljubljana, em 2012, e numa remistura dos Four Tet.

Mídia

Modificado emquinta, 04 agosto 2016 21:42

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.