logo

Entrar
Actualizado às 11:43 AM, Jul 21, 2019

A Guerra dos Tronos - série ultrapassa a saga literária

George R.R. Martin anunciou no passado fim-de-semana que The Winds of Winter, o sexto livro da saga literária A Song of Ice and Fire em que o mega sucesso televisivo de «A Guerra dos Tronos» é baseada não sairá antes do início da sexta temporada da série. Há quem afirme que vai parar de ver a série por ser um fã leal dos livros para não visionar os twists que vão acontecer no livro de Martin. O autor já referiu que há diferenças entre a série da HBO e os seus livros por haver trechos da saga literária que nunca chegaram aos ecrãs. Em última análise é a prosa de George R.R. Martin que deu origem à criação da série…

Gypsy nova produção da Netflix

O serviço de streaming Netflix anunciou que adquiriu os direitos de «Gypsy», uma série de Lisa Rubin (argumentista e produtora executiva), Tim Bevan e Eric Fellner. A série segue a vida de Jean Holloway, uma terapeuta que tem relações perigosas e íntimas com as pessoas nas vidas dos seus pacientes. A série será produzida pela britânica Working Title («About a Boy», «London Spy», «You, Me and the Apocalypse») e a Universal Television, produtora que está por detrás das imperdíveis comédias Netflix «Unbreakable Kimmy Schmidt» e «Master of None». A Netflix tem como objectivo estrear uma produção original da casa a cada semana do ano. «Gypsy» terá 10 episódios e estreia em 2017.
Tagged em

Star Wars: O Despertar da Força ultrapassa Avatar nos EUA

«Star Wars: O Despertar da Força» ultrapassou em apenas 20 dias o recorde de «Avatar» ($*758,2 milhões) nos Estados Unidos ao facturar $760.5 milhões, apenas estes dois filmes ultrapassaram a marca dos setecentos milhões de dólares nos Estados Unidos.Fora da América do Norte o filme tem um acumulado de $799,1 milhões de receitas, só estreia a 9 de Janeiro na China (o maior mercado mundial) mas está ainda distante do recorde global de «Avatar» de $2.78 mil milhões neste momento Star Wars está com $1.56 mil milhões. Os analistas afirmam que Star Wars deva terminar a sua carreira comercial nos $2.2 a $2.4 mil milhões ultrapassando Titanic ($2.19 mil milhões), neste momento o filme de J.J. Abrams já ocupa a…
Tagged em

Guilherme Coelho - Órfãos do Eldorado

Entre todos os festivais de cinema do Brasil, o que melhor representa hoje a aposta na radicalidade autoral é a Mostra de Tiradentes, em Minas Gerais, que, este ano, começa seus trabalhos com um mergulho na alma amazônica. Primeiro longa-metragem de ficção do documentarista carioca Guilherme Coelho («Fala Tu», «PQD»), «Órfãos do Eldorado» abriu a mostra mineira deste ano, no dia 23, dando passagem a uma leva de quase 120 filmes que desfilarão pelo festival até o dia 31 de janeiro. A produção é baseada em romance homônimo de Milton Hatoum (Dois irmãos) e integra o programa de homenagens à atriz Dira Paes por seus 30 anos de carreira. Daniel de Oliveira assume o papel central: ele é Arminto Cordovil,…
Tagged em

Terra Terra

Várias tradições da Ilha de Sal são servidas sob um sol inclemente e desconcertante neste documentário denso e colorido de 38min. Paola Zerman, realizadora italiana, é uma professora de arte radicada em Cabo Verde há mais de uma década, que convence aqui pelo conteúdo e pelo modo de mostrar. Rodou este documentário localmente, quase sem meios técnicos e “orçamento zero”, com a coordenação jornalística de Albertina Rodrigues e a colaboração de amigos e conhecidos, para além da sua própria determinação. Não é a primeira vez que a receita funciona, nem é a primeira vez que o método me impressiona. Mas passemos aos factos: para quem não conhece Cabo Verde, vale a pena tentar perceber que tipo de emoções movem esta…
Tagged em

D. W. Griffith - O Nascimento de uma Nação

A estreia do clássico de David W. Griffith, “O Nascimento de uma Nação”, ocorreu há um século — importa revisitá-lo para além de qualquer visão pitoresca, reconhecendo a sua importância fulcral na afirmação do cinema como uma linguagem específica. Foi no dia 8 de Fevereiro de 1915 que «O Nascimento de uma Nação» (título original: «The Birth of a Nation»), de David W. Griffith, teve a sua estreia no Clune’s Auditorium, em Los Angeles. Dada a sua importância na filmografia de Griffith, o “pai” da gramática clássica do cinema, faz sentido que celebremos, aqui e agora, o seu centenário.Em todo o caso, importa não cedermos aos mecanismos de banalização que, por influência do imaginário televisivo, tendem a recobrir muitas efemérides…

Julianne Moore - perfil

Nomeada pela quinta vez para os Oscars com «O Meu Nome É Alice», Julianne Moore é um caso exemplar de uma actriz que tem sabido prosseguir sem ficar presa a nenhum registo dramático ou a um qualquer modelo de produção. É bem verdade que a história dos Oscars está cheia de empolamentos mais ou menos grosseiros e também de esquecimentos quase sempre chocantes. Em todo o caso, evitemos o moralismo fácil. Por vezes, é mesmo verdade que a simples capacidade de chegar às nomeações corresponde a um indicativo que não tem nada de acidental. E que dizer de quem chega a essas nomeações através de filmes como «Boogie Nights/Jogos de Prazer» (1997), de Paul Thomas Anderson, «O Fim da Aventura»…

A Força está nas bilheteiras

Numa altura onde a televisão, os jogos e as novas plataformas de conteúdos competem com as bilheteiras «Star Wars: O Despertar da Força» prova o contrário e redefine as fronteiras do box-office. A dominação à escala global não tem precedentes, a nível mundial o filme da Disney arrecadou 517 milhões de dólares destruindo recordes prévios mesmo ajustados à inflação. “O Despertar da Força” teve a maior abertura de sempre na América do Norte, em três dias acumulou 238 milhões de dólares, «Avatar» o filme com as receitas mais elevadas na história do cinema (3.1 mil milhões de dólares) facturou 85 milhões de dólares em três dias de abertura. O anterior recordista de uma abertura em Dezembro, «O Hobbit: Uma Viagem…
Assinar este feed RSS