logo

Entrar
Actualizado às 11:37 PM, Nov 4, 2019

«Rogue One: Uma História de Star Wars» - crítica

Num ano recheado de super-heróis, uma parafernália imensa de poderes e explosões, poderíamos dizer que as novas adições a fórmulas algo gastas nada acrescentam. Bem, nem sempre, e «Rogue One: Uma História de Star Wars» mostra-nos que tudo depende da abordagem da história e da fidelidade à essência da saga. A prequela de «Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança» (1977) conta-nos a forma como a Rebelião conseguiu roubar os planos estruturais da Estrela da Morte, essenciais para a derrota do Império, tendo Jyn Erso (Felicity Jones) como a líder pouco provável de um grupo diversificado de heróis que se une por uma causa.

Gareth Edwards, fã inveterado de Star Wars, respeita a saga, celebrando-a, numa realização que acerta, apesar de não ser muito ambiciosa (perdendo alguns pontos quando comparada, por exemplo, à de J.J. Abrams em «Star Wars: O Despertar da Força», 2015). O compositor Michael Giacchino estreia-se no franchise, assinando uma bela banda-sonora, que ajuda a contar a história e a incrementar o dramatismo de algumas cenas. Destaque ainda para a fotografia de Greig Fraser, que consegue mais um bom trabalho após «Lion – A Longa Estrada Para Casa», levando-nos numa viagem oscilante entre o desespero e a esperança, traduzindo para a tela elementos identitários da saga.

A escolha de casting é profícua em boas interpretações – Felicity Jones, Riz Ahmed e Ben Mendelsohn destacam-se – apesar de os personagens não terem grande corpulência, realçando-se K-2SO (Alan Tudyk), um dróide Imperial reprogramado que diz tudo o que lhe apetece. Além disso, há um certo desperdício de atores que poderiam ter um maior realce, como Forest Whitaker e Mads Mikkelsen. Quem dá o ar de sua graça é Darth Vader (mais uma vez com voz de James Earl Jones), o vilão supremo, numa participação de poucas cenas mas que se revelam cheias de significado e pujança. Neste sentido, os fãs irão, decerto, deliciar-se com alguns easter eggs, cameos inesperados que dão mais um charme à obra. Aliás, os fãs serão mesmo os grandes apreciadores – o filme é para eles.

«Rogue One: Uma História de Star Wars» tem um tom mais maduro e menos airoso do que qualquer outra obra da saga, consistindo mais num filme de guerra. Apesar de não conseguir suplantar-se ao recente «Star Wars: O Despertar da Força», que encerrava em si uma maior abrangência narrativa e carisma, esta tentativa de fugir da linha canónica intergaláctica é uma boa surpresa e a prova de que talvez ainda haja muitas boas histórias para contar, numa série que chegou ao Cinema há já quase quatro décadas. Afinal de contas, a Força ainda tem truques na manga.

quatro estrelas

Título Nacional Rogue One: Uma História de Star Wars Título Original Rogue One Realizador Gareth Edwards Actores Felicity Jones, Diego Luna, Alan Tudyk Origem Estados Unidos Duração 134’ Ano 2016

“Star Wars Rebels” - nova temporada

A saga continua! A terceira temporada da série “Star Wars Rebels” estreia no Disney Channel dia 15 de outubro, às 12h50.

A nova temporada apresenta novas personagens como o icónico vilão, Grande Almirante Thrawn, e Bendu.

Tendo estabelecido uma base secreta em Atollon, a tripulação da nave Espírito, agora liderada por um Ezra ainda mais poderoso, fortalece a frota dos rebeldes através da aquisição de novos recursos e recrutas ansiosos para lutarem contra o Império.

No entanto, os esforços imperiais para eliminar a Rebelião estão agora a ser liderados pela frieza analítica do Grande Almirante Thrawn, cuja estratégia e conhecimentos táticos e culturais fazem dele uma ameaça diferente de todas as que têm enfrentado antes.

Nesta nova temporada, Ezra e Sabine assumem novos papéis e desafios quando os rebeldes se preparam para a sua maior missão: um ataque direto sobre o Império. “Star Wars Rebels” com novas e emocionantes aventuras em estreia dia 15 de outubro, às 12h50.

  • Publicado em TV

Knights of the Eternal Throne - trailer Star Wars

Não é um filme, nem uma série de televisão no entanto o trailer da futura expansão do jogo de 2011 "Star Wars: The Old Republic" é impressionante. O sexto pacote de expansão intitulado "Knights of the Eternal Throne" estará disponível em Dezembro.

Star Wars: The Old Republic, o jogo produzido pela BioWare/EA é um premiado online RPG que se desenrola milhares de anos antes dos clássicos filmes de Star Wars. Neste jogo os jogadores juntam-se aos seus amigos on-line para combaterem em batalhas heróicas entre a República e o Império, explorando a galáxia de planetas vibrantes e experimentando o lado visceral dos combate Star Wars.

  • Publicado em Jogos

Star Wars - Go Rogue - Parte 4 (animação)

Escrito, realizado e produzido por uma equipa de super fãs de Star Wars, o último capítulo da série em stop motion do YouTube, Go Rogue, já estreou. A série de quatro partes mostra pela primeira vez os produtos chave da nova linha "Rogue One", antes de chegar às lojas hoje, dia 30 de setembro.

A série Go Rogue segue as aventuras imaginárias dos produtos "Rogue One" que estão à procura das instruções para a construção da Estrela da Morte da LEGO, que foram perdidas pelo Império. Neste emocionante final, os Rebeldes devem confiar na sua inteligência, coragem e habilidade de construção para resgatar um dos seus ao Diretor Krennic e fugir com as instruções de construção da LEGO. O destino da galáxia está suspenso.

O final da série Go Rogue contará com os novos produtos LEGO Star Wars em ação, tais como o AT-ST Walker, o Shuttle Imperial de Krennic, juntamente com as novas personagens e mini figuras de Jyn Erso, do Diretor Krennic, de Cassian Andor, K2-SO, Baze Malbus, Chirrut Îmwe, Death Troopers e muitas mais. Ao todo, mais de 20.000 peças LEGO foram utilizadas nesta produção. Reconhecidos pelos animadores de stop motion, os vídeos relacionados com a LEGO representam mais de 20 por cento do conteúdo criado pelos fãs de Star Wars no YouTube*.

  • Publicado em Videos

Star Wars - Go Rogue - Parte 3

O tempo está a terminar para os heróis da série de YouTube, “Go Rogue”, quando faltam apenas dois capítulos para vencerem o Império, nesta aventura em tamanho mini, criada pelos fãs. Escrita, realizada e produzida por uma equipa de super fãs de Star Wars, esta série original de quatro capítulos em stop-motion é protagonizada pelos produtos da nova linha “Rogue One”, antes de chegarem às lojas no dia 30 de setembro. O Capítulo 3 já pode ser visto aqui.

A série segue as aventuras dos produtos de “Rogue One”, enquanto tentam encontrar as instruções para a construção da Estrela da Morte da LEGO, que foram perdidas pelo Império. O Capítulo 3 mostra pela primeira vez em ação, a RAPID FIRE™ IMPERIAL AT-ACT™ da Hasbro que pode ser controlada remotamente, assim como as novas personagens na forma de novos produtos e tamanhos, como as figuras da Hasbro de 9,5cm. Alguns dos efeitos especiais deste Capítulo 3 foram criados com a aplicação da Hasbro, Star Wars StudioFX™, que vai ser lançada dia 30 de setembro*.

O Capítulo 2 terminou com Jyn Erso e um improvável grupo de heróis a recuperarem parte das instruções para a construção da Estrela da Morte. No Capítulo 3, os rebeldes procuram o segundo livro de instruções na chuvosa Eadu, mas o Império vence-os. Será que vão ser capazes de enganar o Diretor Krennic e escapar com as instruções?

A série de quatro partes “Go Rogue” teve sucesso junto de fãs de todo o mundo, com as duas primeiras partes a conquistarem mais de 5 milhões de visualizações até à data.

  • Publicado em Videos

Star Wars - Go Rogue (Parte 1) - animação stop-motion

Fãs de Star Wars revelaram a nova linha de produtos do esperado filme Rogue One: Uma História de Star Wars, através de uma série de curtas de animação em stop–motion que criaram. Este grupo de fãs, em colaboração com a rede Tongal, reuniu-se para escrever, realizar e produzir estas curtas originais em stop-motion onde aparecem alguns dos produtos da nova linha de Rogue One: Uma História de Star Wars.

“Estas curtas de animação criadas pelos próprios fãs são uma homenagem aos conteúdos incríveis que a comunidade de Star Wars partilha todos os dias na internet”, diz Jimmy Pitaro, o responsável pela Disney Consumer Products and Interactive Media. “A campanha de Rogue One foi desenvolvida, tendo em conta os fãs e procurou que fossem os próprios os principais intervenientes na contagem decrescente até Rogue One: Uma História de Star Wars, inspirando-se e criando as suas próprias histórias”.

Quando se publica uma notícia sobre Star Wars, milhares de fãs em todo o mundo reagem e partilham os seus próprios vídeos na internet. Segundo um estudo recente*, só no último ano, os fãs partilharam mais de 838.000 conteúdos relacionados com o mundo Star Wars no YouTube, representando mais de 2.296 peças por dia e cerca de 96 por hora. Os conteúdos de Star Wars criados pelos fãs têm muito sucesso, ultrapassando as 16.3 mil milhões de visitas no último ano, o que equivale a que todas as pessoas do mundo tenham visto pelo menos dois destes vídeos.

"Tenho sido fã de Star Wars a minha vida toda e por isso este é um projeto de sonho", diz James DeJulio, co-fundador da Tongal. "É incrível ver a inspiração que Star Wars tem sido para todos os membros da comunidade, seja através da criação de um argumento para a saga ou a gravar cenas com os produtos de Star Wars em casa com os filhos. Estou entusiasmado por partilhar esta história com o mundo, coincidindo com o lançamento do primeiro filme independente de Star Wars, as novas personagens e a inspiração que representa para o universo de Star Wars."

As primeiras curtas já estrearam no Youtube e são esperados novos episódios durante o mês de setembro. A equipa foi dirigida por James DeJulio, da Tongal, o argumento foi de Kevin Ulrich e a animação em stop-motion de Dan MacKenzie e Tucker Barrie. As histórias acompanham as aventuras dos produtos de Rogue One: Uma História de Star Wars da Hasbro, LEGO, FUNKO, JAKKS Pacific, Mattel e Disney Store, enquanto se procuram as instruções para construir a Estrela da Morte da LEGO, perdida algures no Império.

Fonte: Disney

  • Publicado em Videos

Star Wars - Go Rogue (Parte 2) - animação stop-motion

A série Go Rogue foi criada por uma equipa de super fãs de Star Wars liderada por James DeJulio da Tongal, com um guião de Kevin Ulrich e foi realizada e animada em stop-motion por Dan MacKenzie e Tucker Barrie.

Esta história original de quatro capítulos em stop-motion, que é escrita, realizada e produzida por um grupo de super fãs de Star Wars, apresenta novos produtos da linha “Rogue One”, antes de ser posta à venda a 30 de setembro.

O primeiro capítulo foi muito bem recebido pelos fãs de todo o mundo, atingindo mais de 2,7 milhões de visualizações desde o seu lançamento a 31 de agosto. A série segue as aventuras das figuras de "Rogue One" da Hasbro, LEGO, FUNKO, Jakks Pacific, Mattel e Disney Store, enquanto tentam descobrir as instruções da Estrela da Morte da LEGO que o Império perdeu.

O primeiro capítulo termina com Jyn Erso a fugir com as instruções da Estrela da Morte da LEGO. Agora tem de aprender a confiar numa equipa improvável de heróis. Este novo grupo de rebeldes pode derrotar o Império e restabelecer a liberdade da Galáxia.

  • Publicado em Videos

Rogue One: Uma História de Star Wars - novo trailer

ROGUE ONE: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS, da Lucasfilm, decorre antes dos eventos de Star Wars: Uma Nova Esperança e conta a história de uns heróis improváveis ​​que se unem para roubar os planos da temida Estrela da Morte.

O elenco inclui Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Donnie Yen, Jiang Wen, Mads Mikkelsen, Alan Tudyk, Riz Ahmed e Forest Whitaker. ROGUE ONE: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS é realizado por Gareth Edwards, produzido por Kathleen Kennedy, Allison Shearmur e Simon Emanuel, com produção executiva de John Knoll e Jason McGatlin e co-produzido por John Swartz e Kiri Hart.

ROGUE ONE: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS estreia em dezembro de 2016 nos cinemas portugueses.

  • Publicado em Videos
Assinar este feed RSS