logo

Entrar
Actualizado às 11:49 PM, Nov 20, 2019

FUOCOAMMARE - Vencedor do Urso de Ouro em Berlim

O documentário de Gianfranco Rosi «Fuocoammare» (Fire at Sea), sobre a crise dos refugiados no mediterrâneo ao largo da ilha italiana de Lampedusa, venceu o Urso de Ouro para o melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Berlim neste sábado. O júri foi presidido por Meryl Streep.

O festival chegou mesmo a doar bilhetes a refugiados para estarem presentes nas sessões do certame. O realizador Gianfranco Rosi prestou tributo aqueles que arriscam as suas vidas para escaparem à guerra e à pobreza, e às pessoas de Lampedusa que os receberam de braços abertos. O realizador afirmou ao dedicar o prémio às pessoas da ilha “neste momento os seus pensamentos estão com todas as pessoas que nunca chegaram a Lampedusa nessas viagens de esperança”. Ainda acrescentou que ao questionar o Dr. Pietro Bartolo (um terapeuta local que acompanha os refugiados) a razão pelo qual Lampedusa recebe milhares de pessoas “Ele disse-me que Lampedusa é um lugar de pescadores, somos pescadores, e os pescadores, aceitam sempre, tudo o que vem do mar. Talvez isso seja uma lição que nós possamos aprender e aceitar tudo o que vem do mar,”.

«Fuocoammare» relata a vida diária na pequena ilha, sobretudo através dos olhos de Samuele, um jovem rapaz que constrói fisgas e vagueia pela ilha onde vive com os avós e o pai. No largo da ilha, a marinha italiana procura por embarcações sobrelotadas de refugiados oriundas do norte de África, nesses barcos sem condições morrem pessoas de sufocamento e asfixia dos fumos do diesel. A marinha traz os sobreviventes para Lampedusa e encaminhamento para os centros de refugiados. O filme tem distribuição nacional assegurada pela Leopardo Filmes.

Noutros prémios do Festival, o Urso de Prata foi atribuído a Mia Hansen-Love pelo filme «L´Avenir» (Things to Come), o prémio de melhor actor foi para Majd Mastoura no desempenho do tunisino «Inhebbek Hedi» (Hedi) e o galardão para a interpretação feminina foi para Trine Dyrholm no dinamarquês «Kollektivet» (The Commune). O melhor argumento foi para o realizador e argumentista polaco Tomasz Wasilewski em «Zjednoczone Stany Milosci» (United States of Love) e o prémio de melhor contribuição artística foi para o director de fotografia Mark Lee Ping-Bing no chinês «Chang Jiang Tu» (Crosscurrent).

Portugal venceu também um prémio no festival com o Urso de Ouro para a melhor curta- metragem «Balada de um Batráquio» o primeiro filme da realizadora Leonor Teles fora do contexto escolar, foi a mais jovem de sempre a vencer este galardão.

Ainda foi atribuído o prémio "Silver Bear Alfred Bauer" a um filme que abre novas perspectivas para o filipino «Hele sa Hiwagang Hapis» (A Lullaby to the Sorrowful Mystery), uma obra com oito horas de duração realizada por Lav Diaz. O director do festival Dieter Kosslick afirmou que visionar o filme de Lav Diaz foi uma experiência única, não só pela duração mas pelo facto da estreia do filme na passadeira vermelha se ter realizado às 8h30 da manhã...

A Metropolis continua a tradição e esteve novamente em Berlim, este ano com dois jornalistas, Rodrigo Fonseca e Rui Pedro Tendinha, saibam tudo o que passou na Berlinale na edição de Março da revista Metropolis.

Lista de Premiados:

Urso de Ouro de Melhor Filme: Fire at Sea de Gianfranco Rosi
Urso de Prata Grande Prémio do Júri: Death in Sarajevo de Danis Tanovic
Urso de Prata Alfred Bauer Prize: A Lullaby to the Sorrowful Mystery de Lav Diaz
Urso de Prata Melhor Realização: Mia Hansen em Things to Come
Urso de Prata Melhor Actriz: Trine Dyrholm em The Commune
Urso de Prata Melhor Actor: Majd Mastoura em Hedi
Urso de Prata Melhor Argumento: United States of Love de Tomasz Wasilewski
Urso de Prata para Contribuição Artística: Crosscurrent de Mark Lee Ping-Bing
Melhor Primeira Obra: Hedi de Mohamed Ben Attia
Urso de Ouro de Melhor Curta Metragem: Balada De Um Batráquio de Leonor Teles
Urso de Prata Prémio do Júrio (Curta-Metragem): A Man Returned de Mahdi Fleifel
Audi Short Film Award: Anchorage Prohibited de Chiang Wei Liang

 

Mídia

Modificado emsábado, 20 fevereiro 2016 23:44

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.