logo

Entrar
Actualizado às 10:09 PM, May 20, 2019

Vox Lux - antevisão

Destaque Vox Lux - antevisão

Uma das surpresas da temporada, «Vox Lux» parece ser, à primeira vista, um simples filme sobre um cantora pop mas, na verdade, é muito mais do que isso. A obra aborda o impacto da violência provocada pelas armas e foca-se no lado negro da fama e das suas consequências, acabando por ser uma espécie de lado B de outro filme atual que também aborda a fama, «Assim Nasce Uma Estrela».

«Vox Lux» é escrito e realizado pelo ator e agora também realizador Brady Corbet, cujo primeiro filme venceu dois prémios no Festival de Veneza, incluindo Melhor Realização. O cineasta revelou que a forma como a narrativa desenvolve e o impacto que o passado tem no presente foram inspirados, justamente, pela sua obra de estreia. “«Vox Lux» é a continuação desse tema mas que acontece do outro lado do século, sendo um melodrama histórico passado na América durante 1999 e 2017”.

A obra estreou no Festival de Cinema de Veneza e conquistou os críticos, que ficaram sobretudo vidrados com a interpretação visceral de Natalie Portman, que muitos consideram como a “mais selvagem” desde «Cisne Negro», filme pelo qual venceu o Óscar de Melhor Atriz Principal. Portman demorou apenas 10 dias a gravar as suas cenas e mostra no filme os seus dotes também na dança e no canto, ao som de músicas compostas por Sia, um dos principais nomes da música pop atual. Para se preparar para o papel, a atriz assistiu a vários documentários sobre estrelas pop e a vídeos com testemunhos de pessoas que sobreviveram a tiroteios em escolas. “Este é o filme mais político que já fiz”, revela a atriz. “Julgo que não haverá duas pessoas que acabam de ver o filme com o mesmo sentimento. Vai deixar as pessoas a debater”, acrescenta.

«Vox Lux» é narrado por Willem Dafoe e tem também no elenco Jude Law - com quem Portman volta a colaborar pela quarta vez, após «Cold Mountain» (2003), «Perto Demais» (2004) e «My Blueberry Nights - O Sabor do Amor» (2007) -, e a jovem Raffey Cassidy, conhecida pelo seu trabalho em «Tomorrowland - Terra do Amanhã» (2015) e «O Sacrifício de Um Cervo Sagrado» (2017), que assume, neste filme, um papel de maior dimensão na sua carreira.

HISTÓRIA
Celeste (Raffey Cassidy/Natalie Portman) sobrevive a uma grande tragédia e acaba por tornar-se, após circunstâncias peculiares, numa famosa cantora pop.

Realizador: Brady Corbet («A Infância de Um Líder», 2015)
Elenco: Natalie Portman, Jude Law, Raffey Cassidy, Jennifer Ehle

Mídia

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.