logo

Entrar
Actualizado às 2:55 PM, Oct 22, 2019

Ela

Vinte e dois anos depois de ter marcado presença na abertura do festival de Cannes com «Instinto Fatal», protagonizado por Sharon Stone, Paul Verhoeven regressou com um thriller atual sobre uma mulher que é agredida e violada em casa. O papel assenta perfeitamente a Isabelle Hupert que interpreta esta vítima com imensa ambiguidade masoquista. A partir da rede familiar e das relações desta mulher, Verhoven amplia uma série de situações perversas que revelam comportamentos e atitudes sociais muito contemporâneas, assumindo sempre uma postura deliciosa e divertida. «Elle» combina a intensidade sombria de um policial com a ligeireza luminosa de uma comédia. O mais incrível é que Verhoven caminha sempre no arame, arriscando em diversos momentos e aguentando-se sem nunca cair. Precisa que o público aceite o que está a fazer e pelo que se viu em Cannes terá essa compreensão.

Tiago Alves em Cannes 2016

quatro estrelas

Título Nacional Ela Título Original Elle Realizador Paul Verhoeven Actores Isabelle Huppert, Laurent Lafitte, Anne Consigny Origem França Duração 130’ Ano 2016

«Ela» - Novos Instintos

Por onde anda Paul Verhoeven, esse “holandês voador” que nem sempre se deu bem com os efeitos secundários da sua própria lenda?... Pois bem, convém não esquecer que já celebrou 78 primaveras (nasceu em 1938, em Amsterdão), o que quer dizer que passaram à história os tempos heróicos de «Robocop» (1987) ou «Instinto Fatal» (1991). O desastre de «Showgirls» (1995) comprometeu a sua relação com Hollywood mas, mais recentemente, quem o acolheu de braços abertos foi a França. E para fazer, afinal, aquele que é, por certo, um dos seus filmes mais brilhantes. Chama-se «Ela», chegará às salas portuguesas a 8 de Dezembro e, além do mais, envolve um genial “tour de force” de Isabelle Huppert. Em clima de enigmático drama policial, Huppert interpreta uma mulher que, depois de violada na sua própria casa, vai viver um insólito processo factual e moral. Em última instância (aliás, tal como Sharon Stone em «Instinto Fatal»), ela expõe-se de forma ambígua, desafiando a sua identidade social e, por acréscimo, a própria percepção do espectador. Apresentado em Cannes (de onde saíu sem qualquer prémio), «Ela» reencontra uma tradição narrativa em que o jogo das aparências nos conduz, perversamente, ao núcleo mais perturbante da verdade.

  • Publicado em Feature

Elle de Paul Verhoeven c/ Isabelle Huppert

Um thriller vertiginoso com uma performance arrebatadora, «Elle» marca o regresso do realizador holandês Paul Verhoeven a uma longa-metragem de ficção, após «Livro Negro» (2006). Com um currículo versátil, o cineasta é conhecido por filmes de ficção científica como «Robocop - O polícia do futuro» (1987) e «Desafio Total» (1990) ou «Instinto Fatal» (1992) e «Showgirls» (1995), uma obra bastante controversa. Violência e sexo são temas recorrentes nas suas obras e «Elle» misturará ambas.

Baseado no romance “Oh...”, do autor francês Philippe Djian, lançado em 2012, o filme marcou presença no Festival de Cannes e deslumbrou. Verhoeven refere que o filme contém “elementos de tragédia, comédia e tensão”, naquele que é o seu primeiro filme francês. O cineasta teve aulas de francês antes de a produção do filme começar, para poder comunicar de forma mais eficiente com o elenco e restante equipa.

Verhoeven teve alguma dificuldade em encontrar a atriz ideal para assumir a personagem, até Isabelle Huppert mostrar o seu interesse, sendo alguém com quem o cineasta sempre quis trabalhar. A veterana atriz francesa tem uma carreira cheia de papéis desafiantes, alguns com sexo e violência como pano de fundo. Portanto, uma escolha mais do que acertada. Este ano, Hupert tem duas interpretações carregadas de dramatismo, com «Elle» e «O Que Está Por Vir», de Mia Hansen-Love.

HISTÓRIA
Michèle Leblanc (Isabelle Hupert) é uma prestigiada executiva que vê a vida virar do avesso após ser violada na sua própria casa por um homem desconhecido. A partir daí, começa uma busca incessante pela identidade do intruso e pela sua vingança.

REALIZADOR:
PAUL VERHOEVEN («Robocop - O polícia do
futuro», 1987; «Instinto Fatal», 1992)

ELENCO:
ISABELLE HUPERT, LAURENT LAFITTE, ANNE
CONSIGNY

DATA DE ESTREIA PREVISTA:
11 DE NOVEMBRO (EUA)

  • Publicado em Feature

CANNES 2016 — filmes em competição - «Elle»

O realizador holandês Paul Verhoeven dirige Isabelle Huppert num thriller centrado numa mulher, dirigente de uma companhia de jogos de video, assaltada e violada em sua casa. É a segunda vez que Verhoeven está na secção competitiva do festival — a primeira ocorreu em 1992, com «Instinto Fatal».

Título Original Elle Realizador Paul Verhoeven Actores Isabelle Huppert, Virginie Efira, Alice Isaaz Origem França/Alemanha/Bélgica Duração n.d Ano 2016

Elle poster

 

Assinar este feed RSS