logo

Entrar
Actualizado às 10:34 PM, Sep 15, 2019

Truth

No mesmo ano em que Veneza aclama «Spotlight», de Tom McCarthy, Toronto descobre outro título sobre o grande jornalismo. Vanderbilt, que se estreia como realizador depois de ter ganho reconhecimento com o argumento de «Zodiac», de David Fincher, conta os acontecimentos que estiveram por detrás da investigação de Rather e da sua equipa do 60 Minutos acerca do passado militar de George W. Bush. Uma investigação que provava que o então Presidente e candidato ao segundo mandato teria forjado uma campanha militar e desaparecido do seu posto. Quando a história foi mostrada ao público, a administração Bush moveu uma vil campanha à equipa de Rather, tendo, mais tarde, a CBS afastado todos os jornalistas que participaram nesta história. Obviamente, é um filme com uma vincada posição política.

Com uma tensão de thriller milimetricamente precisa, «Truth» faz do seu afiado liberalismo uma arma cinematográfica, sempre com um jorro de murmúrio em prole de uma nobreza jornalística puríssima. Quem veja este filme vai voltar a pensar no jornalismo de excelência como a coisa mais nobre do mundo. Por outro lado, a glorificação em torno de Rather é tão evidente que é fácil prever como «Truth» será um filme a abater pelos mais conservadores e por uma certa imprensa que é enxovalhada (alô Fox News). Dan Rather, o último dos heróis? Na pele de Redford não nos parece má ideia...

Depois, há ainda a solenidade do tom de escrita e de realização de Vanderbilt, verdadeiramente inatacável.

Rui Pedro Tendinha em Toronto

Mídia

Modificado emsexta, 13 maio 2016 21:53

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.