logo

Entrar
Actualizado às 11:21 PM, Dec 4, 2019

Embrace the Serpent

Uma das sensações da Quinzena dos Realizadores, de onde saiu com o Prêmio C.I.C.A.E., esta exuberante produção em preto e branco, com direção de Ciro Guerra («Los Viajes Del Viento»), colocou a Colômbia no centro das atenções do planisfério cinéfilo ao subverter conceitos etnográficos da observação de espécies indígenas. Parente distante de «Fitzcarraldo», de Werner Herzog, em sua observação sobre a lucidez no limite do risco, o longa-metragem é narrado do ponto de vista de um pajé amazônico. Durante 40 anos, o xamã Karamakate (papel divivido entre os atores Nilbio Torres e Antonio Bolivar) convive com dois cientistas (um da Europa, outro dos EUA) aprendendo as contradições do povo branco. De um lado vem o etnólogo alemão Theodor Koch-Grünberg (Jan Bijvoet ) e, do outro, o biólogo americano Richard Evan Schultes (Brionne Davis). Em meio ao olhar cartesiano de ambos, Karamakate trafega por uma fronteira entre realidade e delírio, na proteção de uma planta imaginária que faz sonhar. Nesse tráfego, ele e espectador aprendem, juntos, a estética da selva.

Rodrigo Fonseca em Cannes

Mídia

Modificado emsexta, 13 maio 2016 22:02
Mais nesta categoria: « O Rosto da Inocência Youth »

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.