logo

Entrar
Actualizado às 12:33 AM, Nov 18, 2019

Comoara

O cinema do romeno Corneliu Porumboiu («12.08 a Este de Bucareste», «Quando a Noite Cai em Bucareste», etc.) vive de uma cruel contradição: sob a capa da banalidade quotidiana escondem-se os fantasmas da tragédia. Assim volta a acontecer neste filme centrado num tesouro (é essa a palavra do título original) que um homem insiste estar escondido no jardim de uma casa que herdou dos avós, conseguindo mobilizar o seu relutante vizinho para uma homérica escavação... A crónica social confunde-se, aqui, com o mais profundo desencanto moral, numa narrativa que, como sempre, envolve um exemplar trabalho de direcção de actores.

João Lopes em Cannes

Texto originalmente publicado na revista Metropolis nº 27

Modificado emsexta, 13 maio 2016 22:10
Mais nesta categoria: « Um Momento de Perdição Hrútar »

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.