logo

Entrar
Actualizado às 10:13 PM, Aug 20, 2019

Carol

Na vasta paisagem de filmes americanos que, ao longo das últimas décadas, têm recuperado as matrizes clássicas de Hollywood, Todd Haynes constitui um criador fundamental. Treze anos depois de Longe do Paraíso, ele volta a percorrer o labirinto das pulsões melodramáticas para encenar o amor de duas mulheres no contexto não muito acolhedor da década de 1950. É uma prodigiosa adaptação de um romance de Patricia Highsmith (título original: “The Price of Salt”), centrada nas composições de Cate Blanchett e Rooney Mara. Será desta que, com a sua direcção fotográfica inspirada no technicolor dos anos 50, Edward Lachman ganha um Oscar?

João Lopes em Cannes

Texto originalmente publicado na revista Metropolis nº 27

Modificado emsexta, 13 maio 2016 22:11
Mais nesta categoria: « Lolo Um Momento de Perdição »

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.