Logo
Imprimir esta página

«La Femme de Mon Frère» - crítica

Destaque «La Femme de Mon Frère» - crítica

A longa-metragem que marca a estreia na realização da atriz canadiana Monia Chokri, que conhecemos dos filmes de Xavier Dolan («Laurence Para Sempre» e «Amores Imaginários»), conta a história de uma mulher que sente um amor platónico e sem limites pelo seu irmão, o que a coloca numa situação desconfortável quando ele se apaixona por uma rapariga sedutora, independente, e profissionalmente bem sucedida. Sophia vê na namorada do irmão aquilo que não consegue atingir na vida. Ela é super qualificada para a maioria dos empregos mas não tem experiência em nenhum trabalho, não consegue estabilizar nas relações emocionais e está prestes a perder o irmão com quem tem uma relação de enorme cumplicidade. Parece uma comédia familiar televisiva, mas a direção da história segue a perspetiva confusa da sua protagonista criando dinâmicas familiares burlescas e momentos genuinamente melancólicos. O júri do Un Certain Regard rendeu-se e atribuiu o prémio especial Coup de Coeur.

* Crónica publicada na revista Metropolis nº69 (Junho/Julho 2019)

Mídia

Powered by 7App.pt.