logo

Entrar
Actualizado às 1:09 AM, Dec 12, 2018

22 de Julho

Destaque 22 de Julho

O cineasta Paul Greengrass é conhecido por um estilo cinematográfico veloz e tenso, sobretudo nos filmes da série Jason Bourne. No seu recente filme o realizador irlandês dramatiza os atentados que aconteceram em Oslo e na ilha de Utøya que causaram 77 mortos. Greengrass também já tinha lidado com factos verídicos em «Voo 93», «Capitão Phillips» e «Domingo Sangrento». Em «22 Julho» não acentuou a violência gráfica da carnificina, valorizou o luto dos familiares das vítimas e reconstruiu o julgamento do extremista Anders Breivik. É o primeiro filme de Paul Greengrass com a Netflix e a distribuição em sala não vai acontecer em diversos países (Portugal incluído). O realizador sustenta que procurou a plataforma para assegurar que a mensagem política que pretende transmitir chegue ao público mais novo.

[Artigo publicado na Revista Metropolis nº 63 - Outubro 2018]

Mídia

Modificado emdomingo, 02 dezembro 2018 16:09

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.