logo

Entrar
Actualizado às 4:26 PM, Jan 20, 2019

A Rapariga Dinamarquesa

Os diários de Lili Elbe foram uma forte inspiração ao movimento transgénero e ao romance homónimo de David Ebershoff em que se baseia este filme. A história relata a pioneira transformação transgénero do pintor Einar Wegener (Eddie Redmayne) em Lili Elbe nos anos 1930. «A Rapariga Dinamarquesa» é um muito mais do que uma curiosidade clínica sendo uma magnifica história de amor de um casal em plena metamorfose física e emocional. O fascínio e o relato da personagem principal é acidentalmente roubado pela co-protagonista Alicia Vikander no papel de esposa de Einar/Lili que acompanha a transformação física e psicológica do marido, perante sentimentos contraditórios nunca deixa-o de amar. A interpretação valeu o Óscar de melhor actriz secundária a Alicia Vikander.

Eddie Redmayne não se fica atrás com a sua presença em cena mas a performance faz ênfase na transformação física ficando o desempenho dramático reduzido a birras existenciais. Era um papel assumidamente desafiante e a performance teria de ter a mesma intensidade do epicentro interpretativo de Alicia Vikander, a actriz rebentou a escala.

A obra ainda conecta a arte e a pintura, a composição estética é tão radiante quando a própria história. A cidade de Copenhaga surge bela mas igualmente austera e mais tarde tudo desabrocha em Paris culminando na luminosidade do hospital onde Lili é operada.

A envolvência cénica é luxuriante como um reflexo da época nas suas diferentes texturas a par do figurino de extrema beleza composto por Paco Delgado. É o melhor filme da carreira de Tom Hooper que se liberta das amarras dos seus últimos registos piegas conseguindo transformar um relato de coragem e autenticidade numa enorme lição de amor.

A edição Blu-ray além de ser visualmente intensa, as tonalidades brotam do ecrã, o formato inclui como extra um bom making-of

tres estrelas

Título Nacional A Rapariga Dinamarquesa Título Original The Danish Girl Realizador Tom Hooper Actores Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Amber Heard Origem Estados Unidos Duração 119’ Ano 2016

(Texto publicado originalmente na Metropolis nº40)

 

Assinar este feed RSS